- PUBLICIDADE -

Frota da prefeitura de BC conta com mais quatro veículos

Os veículos foram para as Secretarias de Desenvolvimento e Inclusão Social, Planejamento e BCPrevi

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
Frota Municipal conta com mais quatro veículos
Divulgação

Mais quatro veículos novos chegaram na última sexta-feira (04), para reforçar a frota da Prefeitura de Balneário Camboriú. Os veículos foram para as Secretarias de Desenvolvimento e Inclusão Social, Planejamento e BCPrevi.

A Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social, recebeu através de emenda parlamentar do deputado Valdir Colatto, um carro utilitário. A solicitação foi feita pelo prefeito Fabrício Oliveira, pela secretária da pasta, Christina Barichello e pelo vereador Arlindo Cruz.

Já para a Secretaria de Planejamento e o BCPrevi receberam três veículos locados. Eles serão substituídos por novos veículos a cada 100.000km. A manutenção preventiva e o seguro ficarão a cargo da empresa fornecedora, a Cotrans Locação de Veículos Ltda. Os carros antigos que foram substituídos serão leiloados.

A ação faz parte do processo de renovação da frota municipal, que iniciou no ano passado, quando foram entregues 22 carros para as Secretarias de Gestão Administrativa, Fazenda, Segurança e Saúde. A renovação é feita com base em um levantamento que apontou que além de grande deterioração, cerca de 80% da frota municipal tem mais de cinco anos de uso e alguns chegam a ter 15 anos de circulação.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Imobiliária de Balneário Camboriú aluga imóvel em até 30 dias ou paga o condomínio

A imobiliária promete alugar o imóvel em até 30 dias, ou pagar o condomínio ao proprietário
- PUBLICIDADE -