- PUBLICIDADE -

Feira de doação de mudas nativas será na próxima semana em Itajaí

Entre as espécies disponíveis estão: pitanga, araçá, goiaba, jabuticaba, ipê, pata de vaca, nona, cereja do rio grande, gabiroba, ingá-banana

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser em agosto

10 sessões de depilação a laser em uma área pequena! Não vai perder esse presentão, né?
Famai mudas de árvores nativas e frutíferas
Divulgação

Uma forma de preservar e incentivar a arborização de Itajaí. A primeira Feira de Doação de Mudas de Árvores Nativas de 2019 será na próxima terça e quarta-feira (15 e 16), no Viveiro de Mudas Nativas, localizado na rua Osvaldo Bertames, 144, no bairro Fazenda. A ação será das 9h às 12h e das 13h às 16h.

Entre as espécies disponíveis estão: pitanga, araçá vermelho, araçá amarelo, goiaba mirim, jabuticaba, ipê-roxo, ipê-rosa, pata de vaca, nona, grumixama, cereja do rio grande, gabiroba, ingá-banana e bacupari.

Quem tiver interesse em receber a doação, deve levar sua própria sacola reutilizável ou algum recipiente para carregar as mudas. Cada morador poderá escolher uma ou mais mudas de árvores para plantar em casa, seja em área urbana ou rural.

De acordo com a Fundação Municipal do Meio Ambiente de Itajaí (Famai), plantar árvores é importante para o meio ambiente. Elas auxiliam na purificação e umidade do ar e agem como sequestradoras de CO2, capturando gases tóxicos e devolvendo oxigênio para a atmosfera. Além disso, as árvores oferecerem sombra, alimentos e outros benefícios.

A ação é organizada pela Famai, por meio da Diretoria de Educação Ambiental e Unidades de Conservação. 


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -