COSIP está implantando sistema de gestão financeira

O sistema de gestão financeira vai facilitar a comparação dos dados e, desta forma, a identificação dos imóveis que não estejam sendo cobrados

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Divulgação

Para implantar um sistema de gestão financeira, que vai monitorar a cobrança da taxa de iluminação pública de Balneário Camboriú, a Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública (COSIP) está visitando imóveis.

Identificados com crachá, funcionários da COSIP verificam o medidor de energia elétrica. Atualmente, a taxa de iluminação pública é cobrada por boleto pela COSIP (no caso de terrenos e de imóveis sem medidor de energia elétrica) ou pelas Centrais Elétricas de Santa Catarina (CELESC), na conta de energia (no caso de imóveis residenciais e não residenciais com medidor).

A visita tem o objetivo de sanar dúvidas existentes entre o banco de dados do Município e o banco de dados da CELESC. Conforme o gestor da COSIP, Anderson dos Santos, o sistema de gestão financeira, que deverá estar implantado até o fim de setembro, vai facilitar a comparação dos dados e, desta forma, a identificação dos imóveis que não estejam sendo cobrados.

Anderson ressalta que, na visita, não há pedido de informações pessoais, nem de dinheiro.

“As pessoas podem achar que estarão caindo em um golpe. Mas os funcionários estão identificados. Não há pedido de CPF, nem de cartão de banco”, afirma o gestor.

As obras acontecem nesta quarta-feira, 15, e quinta-feira,16.

Posted by Click Camboriú on Tuesday, August 14, 2018

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -