Praia Limpa começou nesta quinta-feira, 4, em Balneário Camboriú

s atividades se iniciaram com a distribuição de sacolas de lixo e de pulseiras de identificação de crianças, instalação de lixeiras e ações de educação ambiental

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Divulgação

O Projeto Praia Limpa, que visa à sensibilização ambiental de turistas e moradores, começou na Praia Central e nas praias de Taquaras, Estaleiro e Estaleirinho nesta quinta-feira (04). As atividades se iniciaram com a distribuição de sacolas de lixo e de pulseiras de identificação de crianças, instalação de lixeiras e ações de educação ambiental.

Uma das novidades do projeto para este ano é a ampliação do número de praias. Antes, o Praia Limpa era desenvolvido apenas na Praia Central. Taquaras, Estaleiro e Estaleirinho ganharam monitores (que são estudantes de cursos de graduação) em razão de estarem inscritas na fase piloto do Bandeira Azul, um programa internacional de certificação ambiental para praias e marinas.

Os acadêmicos do curso de Educação Física Yara Gastaldi e Wagner Pereira estavam nesta quinta-feira no Estaleiro. Eles entregaram sacolas de lixo e conversaram com os banhistas sobre questões ambientais. Wagner exercitou até o inglês e o espanhol ao abordar turistas estrangeiros. “A gente fala sobre questões ambientais com o foco de que as pessoas cuidem do meio ambiente não apenas quando estiverem na praia”, disse Wagner.

O estudante percorreu também a praia colocando pulseirinhas no braço de crianças, para evitar que elas se percam dos pais. Ana Júlia, de um ano e seis meses, ganhou uma pulseirinha enquanto brincava dentro de uma pequena piscina com água na areia. “É muito importante o que eles estão fazendo, porque num piscar de olhos a gente pode perder as crianças de vista”, comentou a mãe de Ana Júlia, Nataly da Silva, moradora de Balneário Camboriú.

Yara andou pela praia orientando os banhistas e falando sobre o Bandeira Azul. “Adorei o projeto por poder lidar com um público bem diverso e levar a bandeira da educação ambiental”, revelou a acadêmica.

Foco do projeto é o lixo marinho

Ao todo, cinco barracas do Praia Limpa estão instaladas ao longo da orla da Praia Central (altura das ruas 2001, 1401, Praça Almirante Tamandaré, 2500 e 3700) e mais três nas praias agrestes. As tendas do projeto estarão próximas dos pontos de salva-vidas, para que os monitores e os bombeiros atuem em conjunto, principalmente no caso de crianças perdidas.

Neste ano, o foco do projeto é o lixo marinho, que além de poluir as águas, mata animais como peixes e tartarugas. O Praia Limpa é realizado pela Secretaria do Meio Ambiente (SEMAM), em parceria com o Instituto de Desenvolvimento e Integração Ambiental (IDEIA).

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -