Praia Limpa começará nesta quinta-feira, 4, em Balneário Camboriú

As atividades iniciam com a distribuição sacolas de lixo, pulseiras de identificação de crianças, instalação de lixeiras e diversas atividades de educação ambiental

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Divulgação

A Prefeitura de Balneário Camboriú, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, assinou nesta terça-feira (02) o acordo de cooperação com o Instituto de Desenvolvimento e Integração Ambiental (IDEIA) para realização do Programa Praia Limpa 2018. As atividades já iniciam nesta quinta-feira (04) com a distribuição sacolas de lixo, pulseiras de identificação de crianças, instalação de lixeiras e diversas atividades de educação ambiental. Uma das novidades é a ampliação do projeto, que além da Praia Central, neste ano também será realizado nas praias agrestes. O programa também terá a participação de estagiários de vários cursos, salva-vidas, utilização de maquete e recreação.

“O Instituto de Desenvolvimento e Integração Ambiental (IDEIA), é uma organização não governamental com reconhecido trabalho de educação ambiental junto à comunidade. Eles irão auxiliar na execução e captação de recursos para viabilizar o Praia Limpa”, disse o secretário do Meio Ambiente, Ike Gevaerd.

Ao todo, cinco barracas serão instaladas ao longo da orla da Praia Central (altura das ruas 2001, 1401, Praça Almirante Tamandaré, 2500 e 3700), e mais três nas praias agrestes. Neste ano o foco é o lixo marinho, que além de poluir as águas, mata animais como peixes e tartarugas. Por isso, uma maquete explicativa sobre o caminho dos resíduos da cidade para o mar circulará pelas barracas, além de uma exposição fotográfica que mostra as consequências do descarte indevido de lixo no mar.

Haverá também uma parceria com os salva-vidas das praias para a colocação de pulseirinhas de identificação para crianças e também de treinamento dos voluntários para o caso de alguma criança se perder. Além disso, professores de educação física farão a recreação dos pequenos, que inclui jogos lúdicos dos mais diversos tipos sobre a preservação ambiental. Em casa barraca haverá quatro estagiários de diferentes cursos de graduação (para promover a multidisciplinaridade) que abordarão as pessoas com sacolinhas para jogarem o lixo e também realizarão questionários com turistas para levantamento de dados e pesquisas de satisfação.

As atividades seguem até o dia 13 de fevereiro. Até lá, cerca de 30 mil sacolas de lixo e 70 mil pulseiras de identificação deverão ser distribuídas. O programa foi ampliado para as praias agrestes devido a busca de Balneário Camboriú pela certificação do Bandeira Azul, que reconhece praias ecologicamente corretas. Com o Praia Limpa, as praias que buscam a certificação (Taquaras, Estaleiro e Estaleirinho) irão avançar em vários quesitos de verificação, entre eles a balneabilidade e a educação ambiental por parte dos cidadãos.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -