- PUBLICIDADE -

Hospital Municipal Ruth Cardoso já registrou 10 nascimentos em 2018

Exatamente às 2h44 da madrugada desta segunda-feira, 1, Wilmide Lerbour nasceu, o pequeno foi o primeiro bebê de 2018 nascido no Hospital Municipal Ruth Cardoso

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

PRIMEIRO BEBÊ 2018 HOSPITAL RUTH CARDOSO 3
Divulgação

Exatamente às 2h44 da madrugada desta segunda-feira (01), o pequeno Wilmide Lerbour nasceu. Filho de haitianos, o pequeno foi o primeiro bebê de 2018 nascido no Hospital Municipal Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú. Ele também é o primeiro filho de Wilna Joseph e nasceu de parto normal. “O parto demorou um pouco, mas ocorreu tudo bem. Antes de cortar o cordão umbilical o recém-nascido já ficou com mãe, teve contato pele a pele. É muito emocionante o momento em que entregamos o bebê à mãe”, contou a enfermeira obstetra Marlise Wentz de Freitas. “É muito gratificante trabalhar na virada do ano por saber que enquanto muitos estão festejando você está cuidando da vida das pessoas”, finalizou a enfermeira.

Em apenas dois dias, 10 bebês já nasceram no Ruth Cardoso. Em 2017 foram realizados 2.855 partos, sendo 1.908 naturais e 947 cesarianas. Um aumento de 235 partos com relação à 2016, quando foram feitos 1.880 partos naturais e 740 cesarianas.

No ano passado o setor de obstetrícia do hospital iniciou uma série de mudanças no acolhimento das gestantes e humanização do parto. Dentre elas estão a criação de uma recepção exclusiva para a maternidade – antes as gestantes eram recebidas no pronto Atendimento (P.A) do hospital; implantação da classificação de risco – antes as gestantes eram atendidas conforme a ordem de chegada, agora existe um Protocolo de Classificação. No hospital, as gestantes têm liberdade de movimentação, podem optar pelo parto em pé, no chuveiro, na cama e com alívio da dor. Também são utilizadas técnicas como aromaterapia e bola suíça.

“A próxima mudança ocorrerá na Sala de Aleitamento, que passou por reforma e em breve será entregue às mamães. O espaço ficou mais acolhedor e propício para que elas aprendam a amamentar seus bebês”, contou a coordenadora da Maternidade e Obstetrícia, Tatiana Assis.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.