- PUBLICIDADE -

17 mil livros foram emprestados na Biblioteca Pública de Itajaí em 2017

Os livros da série 'O Diário de um Banana' estão entre os campeões nas estatísticas de leitura com 194 empréstimos

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
17 mil livros foram emprestados na Biblioteca Pública de Itajaí em 2017
Divulgação

O hábito de abrir um livro transporta o leitor para inúmeros mundos e histórias, estimula a imaginação. Nas férias, essa prática pode se tornar ainda mais prazerosa. Só em 2017 foram emprestados 17.038 livros e o ano fechou com 31.175 usuários ativos. Os livros da série “O Diário de um Banana” estão entre os campeões nas estatísticas de leitura com 194 empréstimos.

O itajaiense Vanderlei Soares, 57 anos, conta que costumava ler desde a infância e que a Biblioteca Municipal Norberto Cândido Silveira Jr foi uma facilitadora para ele se mantivesse leitor também na fase adulta. “Leio todos os anos o livro A Vida nos Bosques e foi aqui na biblioteca que encontrei o livro pela primeira vez”, conta.

Com histórias semelhantes a de Vanderlei, a Biblioteca Municipal de Itajaí segue como um importante local de incentivo à leitura. Com a grande procura pelos livros, 436 exemplares tiveram atraso na entrega. Nesses casos, os usuários podem regularizar a situação com a doação de um livro em bom estado.

Atividades do Setor Educativo
Vinte ações foram realizadas em 2017 voltadas à área de ensino, com 7.292 crianças envolvidas ao longo do ano. Atividades como contações de histórias no Asilo Dom Bosco, Apae, bem como os projetos Amigos da Biblioteca, Biblioteca Andante e Semeando Livros fizeram parte da programação da Biblioteca Municipal. Lançamentos de livros e palestras também integraram a lista de atividades.

Histórias do ofício
Rodrigo Soares de Souza, funcionário da Biblioteca há 12 anos, conta que já presenciou uma grande doação de títulos. “Um senhor que morava em Cabeçudas chegou a doar cerca de mil livros de uma só vez, porque ele teria que mudar de casa”, recorda.

A parte de restauro serve como um hospital para os livros do acervo da Biblioteca e a enfermeira destes pacientes de papel é Aline Adriana Girardi Comelli. Ela trabalha no prédio público há 14 anos. Nos dias onde há visitas de crianças, Aline mostra para os pequenos todo o processo de restauração dos livros e os orienta para tomarem certos cuidados.

“Algumas atenções são importantes para a preservação dos livros, afinal eles são da comunidade e não só de uma pessoa”, ressalta. Uma boa lembrança que ela tem foi em um dia no ônibus, em que viu um passageiro lendo um livro restaurado por ela.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Imobiliária de Balneário Camboriú aluga imóvel em até 30 dias ou paga o condomínio

A imobiliária promete alugar o imóvel em até 30 dias, ou pagar o condomínio ao proprietário
- PUBLICIDADE -