- PUBLICIDADE -

Câmara de Vereadores de BC sedia audiência sobre bicicletas compartilhadas

Sistema contará, inicialmente, com 300 bicicletas, distribuídas em 30 estações

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Curso de Gastronomia da UniAvan é reconhecido com conceito 5

Infraestrutura moderna, formação dos professores e possibilidades de estágios internacionais são alguns dos diferenciais destacados

divulgação
divulgação

A Secretaria de Compras do Município apresentou, na noite desta quinta-feira (02), o sistema de bicicletas compartilhadas a ser implantado na cidade, em audiência pública realizada no Legislativo de Balneário Camboriú.

O secretário de Compras, Mário Sérgio Teixeira, conduziu a audiência, que contou com a presença do vereador Roberto Souza Junior (PMDB), do secretário de administração da Câmara de Vereadores, Fabrício Sorgatto Kuyven – representante do Legislativo na comissão técnica para implantação do sistema de bicicletas públicas compartilhadas, que tem também integrantes da Polícia Militar, das secretarias de Segurança Pública e de Planejamento e da Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú – e de cidadãos interessados no tema.

O sistema contará, inicialmente, com 300 bicicletas, distribuídas em 30 estações. O usuário terá que fazer um cadastro junto à empresa que vai operar o sistema para poder retirar uma bicicleta em alguma das estações e utilizá-la gratuitamente pelo período de uma hora (duas horas aos domingos e feriados), após o que deverá devolvê-la em uma estação. Respeitado um intervalo de 15 minutos, o mesmo usuário poderá retirar uma bicicleta por um novo período gratuito. Para períodos superiores a 60 minutos (sem o intervalo), será cobrada uma taxa por hora de uso.

O edital para implantação, operação e manutenção do sistema está aberto, e as propostas enviadas devem ser abertas no dia 1º de julho. De acordo com Mário Sérgio Teixeira, a previsão é de que a empresa vencedora implante as primeiras 15 estações dentro de 60 dias após a assinatura do contrato com a prefeitura; mais 15 após outros 35 dias, e, caso haja mais de 30 estações propostas pela empresa, um conjunto de estações a cada 20 dias a partir de então, até a implantação do total acertado. O prazo de concessão será de um ano, podendo ser renovado por mais 48 meses, perfazendo um total de cinco anos de operação. O sistema, segundo o secretário, não terá custo nenhum para o Município, e a empresa operadora poderá explorar espaços publicitários nas estações e nas próprias bicicletas.

O sistema de bicicletas públicas compartilhadas de Balneário Camboriú está previsto na Lei 3866/2015, que passou por discussão e foi aprovada pela Câmara de Vereadores, e sancionada pelo prefeito em dezembro do ano passado.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.