- PUBLICIDADE -

Camboriú receberá 214 sistemas de aquecimento da Celesc

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

Através de uma nova parceria entre a Prefeitura de Camboriú e a Centrais Elétricas de Santa Catarina – CELESC, 214 famílias do município receberão sistemas de aquecimento solar. A distribuição dos aparelhos faz parte do Programa Eficiência Energética , que em sua primeira fase distribuiu 3000 geladeiras em 13 municípios catarinenses,  dentre eles o nosso, que recebeu na época 211 unidades.

Segundo a coordenadora da Defesa Civil local, Carla Rosana Krug, os equipamentos possibilitarão a substituição do chuveiro elétrico por aquecimento a energia solar, capaz de proporcionar quatro banhos por dia sem a utilização da eletricidade, promovendo assim uma economia para as famílias e para o meio ambiente.

O período de cadastramento irá durar uma semana e as famílias que receberam casas dos projetos Ressoar e SESC já estão incluídas automaticamente no cadastro. “Provavelmente o número de inscrições irá exceder a nossa possibilidade de atendimento, mas como as casas serão vistoriadas individualmente para garantir que tenham condições estruturais de receber o equipamento com segurança, precisaremos manter um cadastro de reserva”, enfatiza a coordenadora.

Para cadastrar-se a este benefício, o cidadão deverá dirigir-se à Coordenadoria Municipal da Defesa Civil, na Rua Hercílio Zuchi, n. 13 – Centro, das 9h às 12h ou das 13h30mim às 18h horas no período de 07 a 12 de junho de 2010, preenchendo os seguintes requisitos:

  • Ter talão de energia (CELESC) em nome de membro da família residente na casa;
  • Ter baixo poder aquisitivo (até 03 salários mínimos de renda);
  • Residir em casa (para prédios não há possibilidade de instalação);
  • Ter sido atingido pela enxurrada de 2008 (cadastro na Defesa Civil ou logradouro dentro do mapeamento de inundação/erosão).

Segundo a Prefeita Municipal Luzia Coppi Mathias o critério maior a ser observado será a menor renda. “Este é mais um benefício que nossa equipe de trabalho conseguiu para assistir as famílias camboriuenses e promover o uso racional da energia elétrica, com economia. O cadastro será aberto a todas as famílias que tem renda abaixo de três salários e, dentre estas, serão selecionadas as mais carentes para receber o novo sistema de aquecimento”, concluiu.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.