- PUBLICIDADE -

Fundação Municipal de Esportes retifica edital para inscrição de projetos esportivos e paradesportivos

Errata altera valor máximo destinado ao financiamento dos projetos em Camboriú em 2018, de R$ 350 mil para R$ 425 mil

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

esporte fme
Divulgação

A Fundação Municipal de Esportes de Camboriú emitiu uma errata que altera o valor máximo a ser destinado para o apoio financeiro de projetos desportivos e paradesportivos na cidade neste ano. Com a retificação, o recurso estipulado no Edital 001 de 2018 passa de R$ 350 mil para R$ 425 mil. O Edital completo com as regras para participação, bem como a errata, pode ser acessado no site da Prefeitura de Camboriú (Editais > Fundação Municipal de Esporte).

Podem se inscrever, até o dia 31 de janeiro, projetos nas seguintes áreas: Esportes Coletivos, Artes Marciais, Jogos Adaptados, Paradesporto e Esportes Individuais. O presidente da FME, Altair Kadiz, explica que quem deseja participar deve apresentar toda a documentação exigida no edital e estar ciente de que o valor aprovado pode ser inferior ao solicitado no projeto.

“Nosso objetivo é apoiar ações que retornem em impacto social positivo e relevante para a população de Camboriú. Uma comissão técnica definida pelo CME vai avaliar os projetos levando em conta critérios como importância para a cidade e o caráter educativo e social da proposta”, explica.

Serão aceitos projetos de pessoas jurídicas com mais de um ano de existência legal, sem fins lucrativos, estabelecidas no Município, com comprovada capacidade de execução de projeto esportivo, respondendo diretamente por sua elaboração, promoção, execução e prestação de contas.

Os financiamentos dos projetos aprovados com recursos da FME poderão ter duração de 10 a 12 meses, mediante aprovação mensal das contas. “Enquanto realizarem os projetos, as instituições aprovadas deverão apresentar relatórios mensais das suas atividades”, completa Kadiz.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.