- PUBLICIDADE -

Áspera FC 49: Balneário Camboriú sediou o maior evento de MMA do Brasil

Ao todo foram 27 lutas, entre Grappling, Jiu-jitsu e MMA

Publicado em

viaPMBC
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Tenha seu cabelo recuperado com o cronograma capilar do Studio Novo Estilo

O Studio Novo Estilo oferece a seus clientes a oportunidade de realmente ter seu cabelo recuperado

aspera
Patrick Formosinho

Dezoito lutas, encheram os olhos dos amantes do esporte no último sábado (18), no Ginásio Sérgio Lorenzato, em Balneário Camboriú. Mais de 5 mil pessoas acompanharam grandes duelos na arena montada para o Áspera FC 49, o maior evento de MMA do Brasil. Ao todo foram 27 lutas, entre Grappling, Jiu-jitsu e MMA que enchiam os olhos e fazia a torcida vibrar, pedindo mais e mais luta, quando os competidores ficavam somente abraçados, tentando derrubar um ao outro.

As lutas do card principal foram as mais aguardadas e transmitidas ao vivo pelo Canal Esporte Interativo. A fumaça foi lançada e cada lutador, entrava com a sua música escolhida. Skank, Queen, Raimundos e Racionais MC´s fizeram parte da trilha sonora que levantou a multidão. Já na primeira luta, Pedro Júnior derrotou Olaécio Maia, por nocaute técnico, com uma sequência de socos sensacional, aos 2:54 minutos do primeiro round. Na sequência, Cleiton Foguete entrou voando e uma finalização aos 4:15 em cima de Rani Rex, o fez conquistar a vitória. Na primeira luta da noite com os três rounds disputados, o público viu um duelo de gigantes, onde nenhum soco era capaz de derrubar os guerreiros. Por uma decisão unânime do júri, Alberto Uda levou a melhor pra cima do Huinderton Barbosa.

Na luta do cinturão, que foi entregue pelo prefeito Fabrício Oliveira, Leonardo Cabeção venceu de forma incontestável, Alan Bispo, por decisão também unânime dos jurados. No combate mais contestado e equilibrado da noite, Gustavo Efron derrotou Diogenes Overeem por decisão dividida, dois jurados contra um. Na luta co-principal da noite, outro ex-UFC fez seu retorno ao MMA. Trata-se do veterano Thiago Tavares, que também fez sua primeira luta desde sua saída do Ultimate no fim de 2016. Ele nocauteou Maurício Bad Boy por nocaute técnico aos 49 segundos de luta. Para encerrar a noite, o ex-UFC Glaico “Nego” França fez seu primeiro combate desde sua demissão do Ultimate. Enfrentando Júlio César Bilik, não teve muitos problemas para derrubar e finalizar com um mata-leão, ainda com 50 segundos de luta.

O evento, que também teve seu caráter solidário, arrecadou alimentos para serem doados para uma instituição de caridade, que será escolhida em parceria com a Prefeitura de Balneário Camboriú. Mais um ato de amor, foi encontrado na noite do MMA, mais de 20 crianças da Associação Amor pra Down, tiveram um camarote reservado, coladinho ao octógono. O menino Genaro, de 12 anos, chamou a atenção. Portador de Síndrome de Down, torcia para todos e se emocionou, após ganhar um boné autografado do Astra Team, maior equipe de lutas, da região.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Podcast CLT NÃO reestreia com Lucas Sorin neste sábado, 18

Diogo Barbosa conversa ao vivo com o atleta que foi diversas vezes campeão brasileiro e sul-americano na modalidade Sanda
- PUBLICIDADE -