- PUBLICIDADE -

Festival Internacional Cinerama.BC abre inscrições para encontro de Coprodução Brasil – Bélgica

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

A Bélgica é um dos mais importantes coprodutores de cinema na Europa. Por ano, mais de € 6 milhões são investidos em filmes pelas agências Wallimage e Bruxellimage e mais de € 5 milhões pela agência Screen Flanders. No início de abril, produtores brasileiros terão a chance de encontrar 10 produtores belgas no Brasil, durante o Encontro de Co-produção Brasil-Bélgica, inserido na quarta edição do CINERAMA.BC, Festival Internacional de Cinema em Balneário Camboriú, que será realizado de 8 a 13 de abril. Os interessados em conhecer e apresentar projetos para os belgas no encontro promovido pelo festival podem se inscrever no site do CINERAMA.BC (www.cineramabc.com.br) até o dia 11 de março.

“A intenção deste encontro é promover a troca de experiências e oportunidades de negócios em coprodução”, afirma André Gevaerd, fundador do festival e idealizador do encontro. A política de coproduções belgas é responsável por sucessos como os dois indicados ao Oscar: “Ernest et Clementine” de Stéphane Aubier, Vincent Patar, Benjamin Renner e “The Broken Circle Breakdown”, de Felix Van Groeningen, além de sucessos como o filme “A Espuma dos Dias”, de Michel Gondry; “Minuscule”, de Thomas Szabo, e Hélène Grimaud, “Asterix e Obelix”, de Laurent Tirard, “O Menino na Bicicleta” de Jean-Pierre e Luc Dardenne, “Potiche” de François Ozon, “A Procura de Eric” de Ken Loach. A posição geográfica, a formação cultural, a variedade de etnias e os idiomas são fatores determinantes para que o país esteja sempre atuando em filmes reconhecidos em todo o mundo.

A primeira coprodução Brasil–Bélgica chega aos cinemas de quatro cidades belgas neste mês. O filme “A Pelada”, de diretor brasileiro Damien Chemin, foi realizado pela empresa belga Tarantula Belgique e pela brasileira WG Produções. Segundo o diretor ”O filme aborda relações universais relacionadas as relações de casais. É isto que trouxe o interesse dos produtores Belgas para um filme feito inteiramente no Brasil”.

 

No Brasil

Ao longo de três dias, produtores e diretores brasileiros terão a oportunidade de apresentar projetos em desenvolvimento a produtores da Bélgica. “Encontros assim são práticas em grandes eventos como Cannes e Berlim. Estamos apostando neste modelo no Cinerma.BC para fomentar as produções brasileiras”, explica André Gevaerd, fundador do Festival.

Reservado para até 20 produtores e diretores dos dois países, o encontro dá visibilidade a projetos para lançamentos no cinema ou na televisão, séries ou telefilme. A seleção dos projetos que participam do encontro dará prioridade aos que já tem um investimento inicial garantido. “Mas todos os interessados devem se inscrever, já que boas ideias sempre tem chances de seleção”, completa.

O corpo curador do festival é quem vai selecionar os projetos participantes do encontro. No primeiro dia, os participantes vão receber informações dos produtores belgas sobre as possibilidades de coprodução e conhecer projetos bem sucedidos. O segundo e o terceiro dias serão dedicados a encontros individuais no formato One-To-One (um produtor com outro produtor) com potenciais parceiros. “Além de diversas possibilidades de encontros formais, o festival será a chance ideal para trocar idéias e compartilhar experiências”, diz Gevaerd.

 

Sobre o Festival

O CINERAMA.BC é realizado há quatro anos em Balneário Camburiú, Santa Catarina. O festival de formato enxuto exibe oito dos melhores filmes lançados no mundo e que estreiam no País e na América Latina. O evento conta com apoio da Ancine (Agência Nacional do Cinema), Cinema do Brasil, Ministério da Cultura, Consulado Geral da Bélgica no Brasil, Wallonie Bruxelles Image, Flanders Image, Governo do Estado de Santa Catarina  e Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina, Fundação Catarinense de Cultura e Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú junto à Fundação Cultural de Balneário Camboriú e à Secretaria de Turismo.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.