- PUBLICIDADE -

Evento de Hip Hop movimenta a Praça Tamandaré neste final de semana

Concurso de danças urbanas receberá participantes do Brasil e da América do Sul

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
Break Summer Jam 2
Divulgação

A competição nacional de danças urbanas Break Summer Jam será realizada na Praça Almirante Tamandaré durante os dias 12, 13 e 14 de janeiro de 2018. Financiado pela Lei de Incentivo à Cultura (LIC) de Balneário Camboriú, o evento apresentará ao público diversas atividades e manifestações da cultura Hip Hop.

Além da competição, o evento promoverá workshops de dança gratuitos, batalhas de MC (rappers e DJs) e contará com artistas visuais produzindo obras em grafitti. Uma exposição de rádios antigos (boombox) também estará à disposição dos visitantes na Praça Almirante Tamandaré, bem como outros objetos relacionados ao universo Hip Hop.

O Break Summer Jam receberá participantes de outros estados brasileiros e países da América do Sul, como Uruguai e Argentina. Turistas e moradores de Balneário Camboriú poderão conferir gratuitamente batalhas profissionais entre dançarinos de modalidades como Breaking e Hip Hop Dance.

Por meio da inscrição solidária, o evento também promoverá uma arrecadação de leite, cujo destino será uma instituição beneficente da cidade. A abertura do Break Summer Jam está marcada para a sexta-feira (12) às 18h, quando serão realizadas as batalhas de MC. A competição de dança acontece sábado e domingo (13 e 14) das 13h30 às 21h.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Imobiliária de Balneário Camboriú aluga imóvel em até 30 dias ou paga o condomínio

A imobiliária promete alugar o imóvel em até 30 dias, ou pagar o condomínio ao proprietário
- PUBLICIDADE -