- PUBLICIDADE -

Festival da Canção termina com casa cheia

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

PagAuto vende seu veículo em 50 minutos: em BC, Itajaí e Floripa

Na PagAuto seu veículo é vendido com avaliação profissional e pagamento na hora em uma negociação 100% segura

1 Festival da Cancao BC 2011 Foto Rafael Weiss 240
Foto: Rafael Weiss

A Fundação Cultural de Balneário Camboriú comemora o sucesso do 1º Festival da Canção FCBC 2011, que terminou na noite de sábado, 30, diante de uma plateia vibrante que praticamente lotou o Centro de Eventos Itália na finalíssima que reuniu 14 concorrentes. A abertura ficou por conta da seresteira Eulina Silveira, que cantou Tributo a Balneário Camboriú, de João Manoel da Silva, acompanhada por Fábio de Jesus (teclado) e Waldomiro Pinho (saxofone). O primeiro lugar ficou com o estudante de Psicologia da UFSC, Tom Custódio, que cantou um tema de sua autoria intitulado “E agora, Tião?”.

 

Ele levou o prêmio de R$ 3 mil. O segundo lugar (R$ 2 mil) ficou com Juan Daniel Irsenhagen, que teve sua canção “Por ondas e coxilhas” interpretada por Vitor Amorim e banda. João Batista de Oliveira (Juan Oliveira) ficou em terceiro com canção Catarinear. A Comissão Organizadora convocou Juan para uma reunião no final da tarde desta segunda-feira, 2, a partir da publicação de uma denúncia sobre a canção que, com outro nome, foi usada numa homenagem do Rotary Clube Distrito 4651 a Santa Catarina, em 2009.

Um vídeo no portal Youtube comprovou a denúncia. Juan prestou informações e a Comissão ainda não tomou uma decisão. “Todas as questões relacionadas ao ineditismo desta canção, conforme os termos do regulamento do festival serão criteriosamente apuradas”, informa o presidente da Fundação Cultural, Eduardo Torto Meneghelli Júnior.

1 Festival da Cancao BC 2011 Foto Rafael Weiss 28
Tom Custódio

Tom Custódio

 

O jovem compositor de 20 anos completados em 18 de janeiro tem mais de 30 músicas inéditas. Ele começou a compor aos 14 anos e diz que não se prende a estética alguma. “Nestas canções tem rock, MPB e outras que nem sei o que é”, explica. Tom chegou a estudar Música na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), por perceber que sua relação com a música era muito carinhosa e pouco racional. “Mas acabei desistindo. Eu esperava uma abordagem mais artística e encontrei um curso muito teórico, normativo e tecnicista”, pondera.

 

Tom, que agora é aluno do curso de Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina, diz que sempre quis ser trabalhar com música e que, no futuro, deverá ser um músico que gosta de Psicologia e não o contrário. O primeiro CD de Tom Custódio já está sendo gravado, em Itajaí, e deverá estar pronto em três meses, segundo ele.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.