- PUBLICIDADE -

Cursos de canto e violão da FCBC recomeçam em agosto com novas turmas

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Curso de Gastronomia da UniAvan é reconhecido com conceito 5

Infraestrutura moderna, formação dos professores e possibilidades de estágios internacionais são alguns dos diferenciais destacados

Revelar novos talentos, divulgar a atividade lírica e artística do município. Este o objetivo dos cursos de canto e violão da Fundação Cultural de Balneário Camboriú, ministrado pelo professor e maestro Airton Gehlen do Amaral. As turmas abertas neste segundo semestre, são de interessados que entraram em lista de espera ao decorrer do primeiro semestre.

Nesta tarde de quarta-feira (04), os novos alunos dos cursos de canto e violão iniciaram a jornada de aprendizado, e dependendo do desempenho de cada aluno individualmente, no final do ano se apresentarão junto aos veteranos em concertos artísticos na cidade. Na primeira aula, o professor Airton ressaltou a criação da orquestra de cordas e do grupo vocal próprio da cidade, proposto no projeto da Fundação Cultural. A Orquestra Municipal e o Conjunto Vocal Coral, preenche um vazio que existe na cidade, desenvolvendo com isso também o turismo cultural através de apresentações, palestras, workshops, seminários e divulgação no estado e no país das atividades culturais realizadas no município. Desenvolvendo com estas ações paralelamente o turismo de eventos.

O projeto cultural Escola de Música; Orquestra Municipal de Cordas e Conjunto Vocal Coral da cidade de Balneário Camboriú, desenvolvido pela Fundação Cultural, tem como finalidade oportunizar a população (em especial a de baixa renda) de aprender a arte e o ofício da música, visando desenvolver a busca da cidadania pela arte musical através de aulas, ensaios e apresentações públicas, que possibilitará um conhecimento deste universo que envolve a música e suas modalidades. A iniciativa é da Prefeitura de Balneário Camboriú, que neste ano através da Fundação Cultural está também fornecendo todo o material necessário para os alunos, sendo que as aulas são gratuitas.

Para o professor e maestro Airton Gehlen do Amaral, “A música é uma maneira de despertar o lado criativo da população, uma forma de trabalhar a sensibilidade e a socialização, melhorando a auto-estima, as possibilidades profissionais e a qualidade de vida, através dos benefícios intelectuais e físicos que a música proporciona”, destaca, comemorando a dimensão da iniciativa.
O maestro Airton Gehlen do Amaral é bacharel em música pela UFRGS, e pós – graduado em educação.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.