- PUBLICIDADE -

Para quê pagamos inúmeros impostos e taxas?

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

20 04 2011 223401
Solicitação de contribuição

Ontem meu filho veio com um papel da Escola Estadual Professora Maria da Glória Pereira (Balneário Camboriú), informando das provas bimestrais que irão ocorrer na próxima semana. Como precisava de minha assinatura, o li e reli, foi quando percebi a solicitação de uma contribuição no valor de R$ 2,00 para as cópias das provas (foto).

Quanto ao valor é irrisório, ou seja o mesmo que um bilhete da Mega-Sena, mas existem famílias que nem este valor possuem para comprar o pão ou leite para se alimentarem, já passei por isso e sei como é. Não culpo os professores pela atitude, já que a verba para tal deve vir do Governo do Estado que nem o piso salarial (nacional) dos professores tem pago, governo que tem como obrigação investir 25% do que arrecada na educação. Onde estará sendo aplicado estes valores se professores e direção estão tendo que tomar tamanha atitude, talvez até por desespero ou por falta de opção e principalmente pelo descaso do Governo do Estado de Santa Catarina, que esta deixando a desejar na educação uma das principais secretarias, e que nenhum político gosta de investir, pois quanto mais desinformado o povo, se torna mais fácil para eles.

Estive em uma reunião na referida escola dias atrás, onde a diretora chegou a relatar que a rifa de Páscoa (R$5,00) foi feita com o intuito de arrecadar dinheiro para compra de lampâdas, e fazer pequenas reformas, como troca de fechaduras e portas entre outros. Cadê a verba que deveria suprir estas necessidades?

Um outro assunto que demonstra o descaso e o desperdício de dinheiro público são os ar-condicionados que foram comprados no inicio do ano e até a presente data não foram instalados, ou seja, estão perdendo a garantia de fábrica e nem se quer forma testados, segundo informação repassada aos alunos os equipamentos não foram instalados devido a fiação elétrica da escola que não suportariam os equipamentos.

Os uniformes e materiais escolares até o momento ainda não vieram (do Estado, já que a escola é estadual).

Gostaria de saber onde está a verba destinada à educação, já que impostos para tal pagamos, seja num leite, num pão, no combustível do carro, na energia elétrica, gás e em todos os produtos e serviços que consumimos. Imposto não é facultativo e sim é imposto (obrigação), não nos é dada outra opção, sendo que muitos já estão embutidos nos preços dos produtos.


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.