O Brasil se uniu para odiar o MC Gui – entenda o caso

Cantor aparece zombando de garotinha que supostamente teria câncer e é crucificado pela internet

⚠ As matérias assinadas e publicadas pelos colunistas são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do Click Camboriú.

Publicado em

Colunista

Lucas Machado é jovem e residente de Balneário Camboriú. Gosta de falar sobre entretenimento, comportamento, política e cultura pop. O único problema é que ele é jornalista.

⚠ As matérias assinadas e publicadas pelos colunistas são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do Click Camboriú.

- Publicidade -

Poucos sentimentos são tão contagiosos quanto o ódio. Ainda mais quanto se diz respeito a uma figura popular da mídia que fez uma grande besteira.

Dessa vez, a “vítima”, se é que podemos chama-lo assim, se chama Guilherme Kaue Castanheira Alves, 21 anos, mais conhecido como MC Gui: um cantor e compositor de funk brasileiro, que viu sua imagem pública mudar do dia para noite quando nesta segunda-feira (21), publicou um vídeo em sua rede social fazendo piada da aparência de uma garotinha, que supostamente estaria passando por um processo de quimioterapia e por conta disso, estava usando peruca. A garota fica visivelmente incomodada.

ASSISTA O VÍDEO:

Artistas e milhões de usuários da internet publicaram em suas redes sociais críticas ao cantor, que se viu obrigado a prestar esclarecimentos e pedir desculpa pelo ocorrido. “Não tive intenção nenhuma de julgar alguém. Sou ser humano, posso ter errado”, afirmou.

Ao falar sobre os incontáveis comentários negativos que recebeu, afirmou que “não é legal distribuir ódio na internet”. “Peço desculpas a todos envolvidos, mas só Deus sabe do meu coração”, disse.

REPERCUSSÃO NEGATIVA

Além de shows cancelados e contratos possivelmente rompidos, o funkeiro virou assunto nas redes sociais e foi detonado por inúmeras pessoas, inclusive algumas do próprio meio artístico.

Muitas pessoas começaram a se mobilizar depois que mais informações sobre a vítima foram divulgadas.

De acordo com alguns comentários da internet, a garota se chamaria July, teria 7 anos de idade e estaria usando uma peruca não porque estava fantasiada, mas porque por conta da quimioterapia que está fazendo para tratar de um câncer.

ARREPENDIDO

O pai do cantor MC Gui, Rogério da Silva revelou que o filho está muito abalado desde a publicação de um vídeo pelo qual foi acusado de humilhar uma criança durante passeio pela Disney, em Orlando (EUA). Em entrevista ao jornal Extra, Rogério afirmou que o funkeiro pedirá perdão.

“Ele está chorando muito. Estamos todos muito abalados. E não temos mais clima para férias. Ele vai pedir desculpas em uma emissora nacional”, contou.

O cantor de 21 anos publicou um vídeo (que foi removido) no qual pediu perdão pelo ocorrido. O cantor afirmou não ter tido feito bullying com a garota e que ela não se sentiu constrangida.

SHOWS CANCELADOS

Uma escola de idiomas em Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, resolveu cancelar um show que teria do cantor MC Gui no dia 31 de outubro, em comemoração ao Halloween (Dia das Bruxas). Especula-se que o motivo do cancelamento se deve às acusações de bullying que o funkeiro vem sofrendo, após ele ter filmado uma garota em viagem a Disney, nos Estados Unidos.

Em nota, o CNA Três Lagoas não chega a citar o episódio, mas reforça que para a instituição “ética e respeito fazem parte dos valores da nossa empresa e qualquer situação que vá contra nossos princípios em nenhuma hipótese é aceita”.

O cantor também teve a sua participação cancelada em um grande evento musical, que acontecerá no próximo fim de semana, no Anhembi, em São Paulo. Ele iria se apresentar ao lado de nomes como Marília Mendonça e Zé Neto e Cristiano no Baile do Poderoso, evento que reúne artistas do funk e do sertanejo. Organizadores, patrocinadores e artistas ficaram com medo da repercussão negativa e de protestos caso Gui participasse do festival.

Alguns cantores se mostraram preocupados em terem a imagem associada à do cantor nesse momento. O Festival já está com praticamente todos os ingressos esgotados.

SOBROU ATÉ PARA ELE

Outro cantor de funk com o nome muito parecido ao de Gui, o MC Guimê, se viu obrigado a esclarecer em suas redes sociais que não é ele o responsável pela polêmica: “Estão me confundindo com outro MC. Eu, Guimê, não estive na Disney. Inclusive, já faz um tempo que não vou aos Estados Unidos. Estou aqui no Brasil, trabalhando bastante, criando, compondo e produzindo músicas novas e novos projetos. Obrigado pelo respeito”, escreveu MC Guimê.

O artista ainda compartilhou uma publicação do comediante  Whindersson Nunes com uma piada sobre a situação: “Será que as pessoas que confundem o MC Gui com o MC Guimê são os mesmos que achavam que o nome do Chorão era Charlie Brown?”

EFEITO REVERSO?

Mesmo com toda repercussão negativa, de acordo com a plataforma online Social Blade – que realiza métricas de interações em redes sociais – o cantor já ganhou mais de 85 mil seguidores em seu perfil do Instagram após a polêmica.

por LUCAS MACHADO
jornalista
DRT 0006544/SC
ME SIGA NO INSTAGRAM: @machadations

- Publicidade -

Últimas do colunista

Assédio na televisão é o tema da nova série de Jennifer Aniston

Drama acompanha a luta de uma apresentadora de um programa matutino para salvar sua carreira

O Brasil se uniu para odiar o MC Gui – entenda o caso

Cantor aparece zombando de garotinha que supostamente teria câncer e é crucificado pela internet
- Publicidade -

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.