7 Razões para não perder a Copa do Mundo Feminina que começa hoje

Pra cima delas, meninas!

⚠ As matérias assinadas e publicadas pelos colunistas são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do Click Camboriú.

Publicado em

Colunista

Lucas Machado é jovem e residente de Balneário Camboriú. Gosta de falar sobre entretenimento, comportamento, política e cultura pop. O único problema é que ele é jornalista.

⚠ As matérias assinadas e publicadas pelos colunistas são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do Click Camboriú.

- Publicidade -

Se você já estava com saudade de vestir uma camisa da Seleção sem estar em uma manifestação política, chegou a hora: o Mundial de Futebol Feminino começa hoje na França e motivos não faltam para prestigiar o nosso time de craques.

O Brasil integra as 24 equipes que se dividirão entre as 9 cidades onde as disputas serão travadas. No elenco desse embate entre nações, está a rainha Marta Silva, camisa 10 do time brasileiro, que levará as cores verde e amarela da nossa bandeira juntamente com outras estrelas do futebol feminino, como Cristiane e Formiga.

Quer mais motivos para não perder esse show do esporte? Então, toma:

1. TV Globo transmitirá pela primeira vez

O futebol feminino tem ganhado cada vez mais visibilidade e a transmissão da Copa de 2019 não poderia ficar de fora. Pela primeira vez, todos as partidas da Seleção Brasileira feminina em um mundial serão transmitidas ao vivo pela TV aberta, na Globo. Ou seja, não precisa assinar aquele pacote super caro da Sky para torcer pelas nossas meninas do Brasil.

2. Popularidade

Esta é a edição de número oito do evento, sediada pela França, e conta com número recorde de ingressos vendidos, com 720 mil bilhetes comercializados. Ainda é muito pouco, mas é um bom começo para uma nova era de variedade no esporte.

3. Brasil ainda não conquistou um título, mas pode chegar lá

Além de torcer para o Brasil, há a oportunidade de observar o talento de Marta, que é atualmente a melhor jogadora do mundo com seis troféus da Fifa, feito que supera os craques Cristiano Ronaldo e Lionel Messi. Quem sonha, sempre alcança!

4. Equipe que merece ser enaltecida

A fim de promover a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019, a FIFA escalou um verdadeiro time de heroínas. São 13 mulheres que mostram todo seu comprometimento dentro e fora dos campos e têm qualidades de se admirar. Todas enfrentaram algum tipo de desafio para chegar aonde estão.

5. Mal começou e já entrou para história

Todas a patrocinadoras da Fifa estão envolvidas na organização da Copa do Mundo Feminina. A Adidas, por exemplo, pagará às jogadoras patrocinadas por ela o mesmo bônus dado aos campeões franceses em 2018. A premiação da entidade também dobrou de valor de US$ 2 milhões (cerca de R$8 milhões) para US$ 4 milhões (cerca de R4 16 milhões).

6. Uniforme exclusivo

É a primeira vez na história que a Seleção Brasileira Feminina terá um uniforme pensado e feito para elas, e não herdado do modelo masculino. O uniforme (criado pela Nike, patrocinadora da seleção) traz uma homenagem às jogadoras: “Mulheres Guerreiras do Brasil”.

7. Ufa, a Jamaica conseguiu!

A seleção do país caribenho sofreu alguns perrengues até chegar o dia de hoje. Tiveram o financiamento cortado pela federação nacional em 2015, e por isso as jogadoras, nesse período, sofreram arrecadar dinheiro de contribuintes, através de leilões, por exemplo, que bancassem campos de treinamentos, viagens e jogos amistosos. No fim, deu tudo certo!

CONFIRA OS JOGOS DA SELEÇÃO BRASILEIRA NA PRIMEIRA FASE:

09/06 – 10h30
Brasil x Jamaica

13/06 – 13h
Brasil x Austrália

18/06 – 16h
Brasil x Itália

por LUCAS MACHADO
jornalista
DRT 0006544/SC


COMENTE ABAIXO ⬇
- Publicidade -

Últimas do colunista

“Democracia em Vertigem”: filme da Netflix narra a ascensão e queda de Dilma e Lula

Dirigido por Petra Costa, o documentário explora a polarização política do Brasil

Xuxa fala sobre seu filme proibido dos anos 80: “Pelé me fez fazer”

Em entrevista à Eliana, a apresentadora não hesitou ao falar sobre “Amor, Estranho Amor” – filme em que atuava seduzindo um menino de 12 anos de idade
- Publicidade -

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.