Depois de ser demitido por comentário racista, William Waack deve voltar pra TV

Jornalista negocia com o novo canal de notícias CNN Brasil

⚠ As matérias assinadas e publicadas pelos colunistas são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do Click Camboriú.

Publicado em

Colunista

178998fa3da18c1c206cdfde2502ebed?s=196&d=mm&r=g
Lucas Machado é jovem e residente de Balneário Camboriú. Gosta de falar sobre entretenimento, comportamento, política e cultura pop. O único problema é que ele é jornalista.

⚠ As matérias assinadas e publicadas pelos colunistas são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do Click Camboriú.

- Publicidade -
46fd0a4077818b74e690b73303b6d572
Jornalista negocia com o novo canal de notícias CNN Brasil

Tá na bíblia – Lucas 18:14: “Os humilhados serão exaltados”.

E de acordo com a jornalista da Folha de S. Paulo, Cristina Padiglione, o ex-âncora do Jornal da Globo, William Waack, já tem o seu retorno marcado para a telinha: seu lugar está garantido em frente ao novo canal de notícias CNN Brasil, que tem sua estreia marcada ainda para este ano.

O EPISÓDIO DO RACISMO

Em 9 de novembro de 2017, a treta foi instalada e o jornalista que era prata da casa da rede de TV da família marinho viu seu mundo desmoronar com um vídeo vazado através de um grupo de Whatsapp.

Na gravação, alguém na rua dispara uma buzina e Waack, irritado, exclama: “Tá buzinando por quê? Ô, seu m*rda do cacete!” e complementa seus protestos com um comentário considerado racista ao colega Paulo Sotero: “Deve ser um, não vou nem falar, eu sei quem é”. E arremata: “É preto, isso é coisa de preto!”.

REPERCUSSÃO NEGATIVA

Ao ser confrontado sobre o que havia dito de fato, Waack afirmou que não se lembrava do que disse e que o áudio apresentado não teria clareza, porém mesmo assim desculpou-se àqueles que se sentiram ultrajados com a situação.

No mesmo dia do vazamento, a internet foi à loucura e achincalhou Waack.  

Rede Globo, com medo de ficar com fama de quem passa pano em preconceito, o afastou de suas funções de apresentador do Jornal da Globo.

No dia 22 de dezembro de 2017, A Globo bateu o martelo e todos ficaram sabendo através de uma nota oficial: William Waack não faria mais parte do quadro de funcionários do Grupo Globo.

Com a saída de Waack, Renata Lo Prete assumiu seu lugar no Jornal da Globo.

TENTATIVA DE RETORNO

William ficou um tempo recluso, mas depois decidiu falar com transparência sobre episódio. Foi ao Programa da Porchat e a diversos canais do Youtube não só para esclarecer os mal-entendidos e se fazer de arrependido, como também para divulgar sua mais nova empreitada após o pé na bunda que levou: o canal de notícias “Painel WW”.

FAMA DE RABUJENTO

Não precisa nem trabalhar na Globo para saber que Waack levava a maior fama de rabugento dentro da emissora – estigma que o persegue até hoje.

Um dos meus episódios favoritos, e talvez o mais lembrado, aconteceu na época das Olimpíadas: a jornalista Cristane Dias perdeu a mão e começou a bater boca ao vivo com Waack durante uma transmissão. Momento memorável da nossa TV Brasileira.

BOA SORTE, WILLIAM!

No novo canal, esperamos que William brilhe como costumava brilhar em frente ao noticiário da emissora número 1.

Dono de conhecimentos precisos e bem estudados a respeito de políticas internacionais, Waack escorregou na banana e como ele mesmo diz, aprendeu uma grande lição com tudo isso.

Amanhã é outro dia!

por LUCAS MACHADO
jornalista
DRT 0006544/SC


COMENTE ABAIXO ⬇
- Publicidade -

Últimas do colunista

Assédio na televisão é o tema da nova série de Jennifer Aniston

Drama acompanha a luta de uma apresentadora de um programa matutino para salvar sua carreira

O Brasil se uniu para odiar o MC Gui – entenda o caso

Cantor aparece zombando de garotinha que supostamente teria câncer e é crucificado pela internet
- Publicidade -

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.