Vereador denuncia possível oferecimento de propina para aprovação de projeto

Dono de restaurante teria dito que poderia oferecer propina pela aprovação do projeto que autoriza o atendimento dos estabelecimentos na areia da praia central

O vereador Moacir Schmitt (PSDB) denunciou em plenário, durante a votação do projeto que autoriza atendimento na areia da praia central por bares e restaurantes, nesta terça-feira (27),  que o dono de um restaurante lhe disse que “era só dar R$ 10 mil que todos os vereadores votavam”.

A colocação de Moacir abalou a votação do projeto. Pedro Francez (PR) e Joceli Nazari (PPS) se manifestaram, negando que tenha sido lhes oferecido qualquer valor. Lucas Gotardo (PSB), também negou e disse que se lhe fosse oferecido, o cidadão sairia preso.

Nilson Probst (MDB) sugeriu a Moacir que ele registrasse os fatos e que solicitasse ao presidente da casa abertura de inquérito policial, e se absteve de votar o projeto.

Por fim, o projeto foi aprovado por oito vereadores: David La Barrica (PSB), Leonardo Piruka (PP), Pedro Francez (PR), Gelson Rodrigues (PSB), Joceli Nazari (PPS), Juliethe Nitz (PR), Omar Tomalih (PSB) e Lucas Gotardo (PSB).


COMENTE ABAIXO ⬇

resposta(s) publicada(s). (Obs.Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site)