- PUBLICIDADE -

Relatório da Polícia Militar acusa Castanheira de ter declarado guerra contra a PM

Nota oficial da PM deixa rivalidade entre forças de segurança ainda mais evidente

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

operação de desocupação
O secretário Gabriel Castanheira, ao centro (Arquivo)

O 12º Batalhão de Polícia Militar emitiu um relatório contando a versão da PM sobre a ocorrência que terminou com a prisão de um Guarda Municipal por porte ilegal de arma de fogo e protesto de guardas em frente à delegacia.

Na nota, o comandante do 12º BPM, José Evaldo Hoffmann Junior, demonstra hostilidade ao secretário municipal de segurança, Gabriel Castanheira, deixando a rivalidade entre forças de segurança ainda mais evidente. Ele acusa o secretário de ter conduzido uma motocicleta na contramão de direção, acelerando de forma provocativa, além de supostamente ter declarado “em alto e bom tom”, guerra à PM.

Confira na íntegra:

RELATÓRIO DE OCORRÊNCIA POLICIAL

Ocorrência n.º: 3.020.300
Natureza: porte ilegal de arma de fogo de calibre permitido
Local: Quarta Avenida, esquina com Rua 2.000 (Supermercado Angeloni)
Autor: Erivelto Pacheco (Guarda Municipal de Balneário Camboriú)

No dia 14 de agosto de 2017, às 21:48hs, a Central Regional de Emergência 190 da 3ª RPM recebeu ligação telefônica dando conta que um masculino em atitude suspeita, trajando moletom vermelho e bermuda, estatura baixa e cabelo curto, estaria com um revólver na cintura, no interior do supermercado Angeloni, situado na Quarta Avenida, esquina com a Rua 2.000, área Central de Balneário Camboriú, conforme gravação telefônica e cópia do extrato da ocorrência gerada no SADE no formato PDF, ambos em apenso.

Ato contínuo, a CRE empenhou a Viatura PM 2711, composta pelo Sd PM Luan Vinicius de Jesus e Sd PM Pedro Alexandre Silva Pacheco, para averiguar a denúncia formulada para o telefone de Emergência 190 da Polícia Militar.

Ao chegar no local, após buscas, a Guarnição PM logrou êxito em localizar o masculino com as características supracitadas. Nas diligências restou comprovado que tratava-se de um Guarda Municipal da cidade de Balneário Camboriú identificado como Erivelto Pacheco, o qual portava, ilegalmente, uma Pistola calibre 380, numero KHP36799, registrada em seu nome.

Que diante da prática do crime previsto no art. 14 da Lei 10.826/2003 (Estatuto do Desarmamento), foi dado voz de prisão ao Guarda Municipal, sendo o mesmo conduzido no banco de trás da viatura da Polícia Militar até a Central de Plantão de Polícia, sem que houvesse necessidade do uso de algemas.

Cabe-me ressaltar que em nenhum momento o GM Erivelto Pacheco solicitou aos Policiais Militares que informassem ao Supervisor da Guarda Municipal da sua condução até a Central de Plantão de Polícia.

Vale acrescentar, que a Viatura PM 2531 do Pelotão de Patrulhamento Tático da 2ª/12º BPM – Balneário Camboriú, composta pelo 2º Sgt PM Emerson da Silva, Cb PM Elves Júnior dos Anjos e Sd PM Patrick Hernandes Souza, tendo em vista ocorrência policial com uso de arma de fogo, deslocou em apoio para o local dos fatos, em que pese não ter participado da abordagem e, nem tampouco, foi necessário fazer o uso progressivo da força, uma vez que o Guarda Municipal acatou todas as orientações emanadas dos Policiais Militares e não esboçou nenhuma reação.

O Oficial de Serviço ao 12º BPM, 1º Ten PM Eduardo Cassimiro da Silva, e o Sargento Externo da 2ª/12º BPM, 3º Sgt PM Izabel da Silva Santos Kloehn, acompanharam todo o desenrolar dos fatos.

Após a chegada na CPP para entrega do conduzido para fins de lavratura do Auto de Prisão em Flagrante, houve grande aglomeração de Guardas Municipais de serviço e de folga na frente daquela unidade policial.

Em dado momento, já no interior da CPP, a Guarda Municipal Cleidiane acompanhada de outros Guardas Municipais, os quais não foram identificados, tentaram atrapalhar os serviços de entrega do conduzido por parte da Polícia Militar.

Que os ânimos já estavam muito exaltados por parte dos Guardas Municipais quando então chegou o Secretário de Segurança e Incolumidade do Município de Balneário Camboriú, Gabriel Castanheira, conduzindo uma motocicleta na contramão de direção e acelerando de forma provocativa.

Que foi necessário o acionamento do Pelotão de Patrulhamento Tático da 1ª/12º BPM – Camboriú para que deslocasse à sede do 12º BPM com material de CDC, ficando em situação de pronto-emprego, caso houvesse necessidade, pois os Guardas Municipais falavam em voz alta que iriam invadir a CPP.

Que a situação ficou tensa por quase duas horas até a chegada do Delegado de Plantão, já por volta das 23:50hs. Momento em que foi iniciada a lavratura do Auto de Prisão em Flagrante. Finalizado o APF, foi arbitrada fiança em R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais).

Que por volta da 01:00hs, os policiais militares deslocaram da CPP, ainda com a presença de muitos Guardas Municipais na frente da unidade policial, momento em que o Secretário de Segurança Gabriel Castanheira disse em alto em bom tom ao Comandante da Guarda Municipal que “ESTÁ DECLARADA GUERRA CONTRA A PM”.

Que diante desse impropério, alguns Guardas Municipais passaram realizar xingamentos contra os Policiais Militares, chamando-os de “FILHOS PUTA”, “PÉS DE PORCO”, “EX-PMS” etc, não sendo possível identificar os autores deste desacato.

Balneário Camboriú, 15 de agosto de 2017

José Evaldo Hoffmann Junior
Ten Cel PM Cmt do 12º BPM”


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.