- PUBLICIDADE -

Lei para prevenir acidentes em piscinas existe; Houve falha na fiscalização?

Lei determina a obrigatoriedade de instalação de dispositivo para interromper o processo de sucção nas piscinas

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

piscina hotel sanfelice
Piscina do Hotel San Felice, onde uma criança morreu neste domingo.

Em 2014 o vereador Roberto Souza Jr apresentou uma proposta na Câmara de Vereadores que estabelece regras para a prevenção de acidentes em piscinas.

A lei, que entrou em vigor no dia 29 de março de 2016, determina a obrigatoriedade de instalação de dispositivo para interromper o processo de sucção nas piscinas, com o objetivo de evitar que pessoas fiquem presas pelos cabelos nos ralos, como o caso registrado neste domingo em Balneário Camboriú, onde uma criança de 7 anos acabou morrendo afogada exatamente por esse motivo.

Houve falha na fiscalização dessa lei? E agora, quem se responsabiliza pela morte da pequena Raquel?


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.