- PUBLICIDADE -

Horários de casas noturnas, bares e similares em discussão

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

Balneário Camboriú é reconhecida por sua agitada vida noturna. Tanto que anualmente, a cidade acolhe mais de quatro milhões de visitantes que desfrutam da grande variedade gastronômica e de entretenimento que o município oferece. Pela importância que este público tem para o turismo do município, na última semana o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Ademar Schneider, participou de um debate na Assembleia Legislativa de Florianópolis, que abordou o horário para a realização de shows, eventos culturais e artísticos em casas noturnas, restaurantes e bares em Santa Catarina.

Para o secretário, o tema discutido é de extrema relevância, pois Santa Catarina é indicada pela sexta vez consecutiva como o melhor destino turístico do Brasil, pela revista de Viagens e Turismo, sendo que, consequentemente, Balneário Camboriú é parte importante desse sucesso. “Somos uma vitrine para o mundo em termos de turismo de entretenimento, assim como em infraestrutura, entre outras atrações. Isso acaba influenciando na hora da escolha dos visitantes por nossa cidade”, ressaltou.

Conforme Schneider, o encontro reuniu empresários do setor, vereadores, secretários municipais, representantes da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, de conselhos comunitários de segurança e de entidades patronais e sindicais de todo o Estado. Com a proposta de ampliar a discussão e trabalhar na elaboração de um projeto de lei sobre o assunto, foi definida a constituição de um grupo de trabalho. “É uma oportunidade única de regulamentar um segmento importante para a economia catarinense, levando em consideração o potencial de cada destino. Acreditamos que as regras devem ser coerentes com o tipo de empreendimento e município”, salientou.

Segundo o prefeito Edson Renato Dias, Piriquito, é de extrema importância que o município participe desta discussão, já que se faz necessário considerar a vocação turística de cada cidade e região. “Sabemos que o tema é polêmico, mas é preciso levar em consideração a força da indústria turística como um todo. Por isso, Balneário Camboriú precisa contribuir com as discussões, para que se encontre um ponto de equilíbrio, uma solução que beneficie a todos”, avaliou.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.