Requerimento busca esclarecer cobrança de alvarás aos advogados em Camboriú

Zeca Simas (DEM) pede ao Prefeito Élcio que compareça a Câmara, junto ao Procurador Municipal, para esclarecer o assunto dos alvarás

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Jogaderia resgata cultura dos jogos de tabuleiro no Balneário Shopping neste final de semana

Evento especial objetiva conectar as pessoas e proporcionar experiências com jogos longe das telas eletrônicas

Na sessão da última terça-feira, 28.maio.2019, os Vereadores de Camboriú aprovaram em regime de urgência dois requerimentos. Em um deles, Nº 104/2019, o Vereador José Simas – Zeca Simas (DEM) pede ao Prefeito Élcio Rogério Kuhnen que compareça a Câmara, junto ao Procurador Municipal Hélio Cardoso Derenne Filho, para esclarecer o assunto dos alvarás que vem sendo cobrado dos advogados no município de Camboriú. O requerimento foi assinado também pelo Vereador Ângelo César Gervásio (MDB).

Também deu entrada na Casa Legislativa em regime de urgência o requerimento Nº 105/2019, do Vereador Márcio Antônio Pereira (PV). O documento solicita que o Prefeito Élcio, junto à Secretaria de Administração, envie informações referentes às salas alugadas que são destinadas aos departamentos públicos.

Outros dois requerimentos também foram aprovados – Nº 72/2019 do Vereador John Lenon Teodoro (PSDB), que pede a relação de todos os profissionais que em 2019 atuaram no Pronto Atendimento do Hospital Cirúrgico de Camboriú e o de Nº 89/2019 do Vereador Adriano Gervásio (PSDB), que solicita a listagem de todas as contratações de servidores do Município de Camboriú no período de janeiro de 2017 até dezembro de 2018, os respectivos cargos e secretarias de lotação.

Durante a sessão foi aprovado em primeira votação pela maioria dos presentes o Projeto de Lei do Poder Executivo, que dispõe sobre a autorização para executar despesas de até R$ 70 mil reais a fim de auxiliar na realização da 152ª Festa Cultural do Divino Espírito Santo. Outro projeto de lei que passou pela primeira votação foi o Nº058/2018, de autoria do Vereador Fabiano Olegário (PDT), que estabelece critérios para reutilização ou descarte de livros didáticos, e materiais de apoio que são considerados irrecuperáveis, desatualizados ou inservíveis. Ambos foram aprovados.

Ainda na sessão, o Projeto de Lei Nº 013/2019, de autoria do Vereador John Lenon Teodoro (PSDB), que institui a Semana da Orientação Vocacional nas escolas públicas municipais, a ser realizada anualmente foi aprovado em segunda votação. A Lei contempla alunos matriculados regularmente no 9º ano do ensino fundamental, com o intuito de informar aos estudantes quais são as principais profissões existentes no mercado e seus requisitos para ingresso. O documento recebeu uma emenda, alterando as atividades, inicialmente previstas para acontecerem na segunda semana de novembro, passando a ser na primeira semana de agosto.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Clínica Beleti: reabilitação orofacial e estética

Conheça um pouco do que a reabilitação orofacial pode fazer por você
- Publicidade -