- PUBLICIDADE -

Segurança Pública é discutida em sessão na Câmara de Camboriú

Vereadores usaram a tribuna para expressar a tristeza e a revolta com os últimos acontecimentos referentes à falta de segurança pública no município

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

Segurança Pública é discutida em sessão
Divulgação

Na sessão ordinária desta quinta-feira (31), os vereadores usaram a tribuna para expressar a tristeza e a revolta com os últimos acontecimentos referentes à falta de segurança pública no município de Camboriú. Muitos lamentaram a morte do sargento de reserva da Policia Militar Catarinense, Edson Abílio Alves, que foi morto a tiros na noite de quarta-feira (30), em frente a uma padaria no bairro Tabuleiro.

“Não quero discutir o autor ou a motivação, mas quero discutir de um modo geral a extrema e dura realidade da falta de segurança que nós temos aqui em Camboriú. Quero discutir a inércia e a ignorância do governo estadual de não olhar para este município” acusou a vereadora Inalda do Carmo (DEM).

Vereador John Lenon (PSDB) também citou a inércia do governador Raimundo Colombo (PSD) com a segurança e aproveitou para falar do seu Requerimento Nº117, que propõe a união entre o Conselho Tutelar, Núcleo de Prevenção às Drogas e à Pedofilia, Secretaria do Desenvolvimento e Assistência Social, Secretaria da Administração, Secretaria da Educação, Polícia Militar, Polícia Civil e Promotoria Pública de Santa Catarina, para uma reunião na Câmara, para debater com os vereadores os problemas de segurança pública no município e buscar soluções conjuntas.

“Este requerimento é extremamente necessário, devido ao aumento dos casos de violência no município nas últimas semanas, principalmente em relação às crianças e adolescentes, além da necessidade de melhorar as políticas públicas de segurança em nosso município” justificou o vereador.

O vereador Elcana Medeiros (PMDB) concordou com o requerimento e afirmou acreditar que a falta de diálogo e planejamento entre os órgãos responsáveis pela segurança em Camboriú, direta ou indiretamente, pode agravar ainda mais a situação no município.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.