- PUBLICIDADE -

Pipas e cerol: vereador de Camboriú solicita ao poder executivo cumprimento da lei que fiscaliza brincadeira

Lei Municipal 2616/13 proíbe a prática de soltar pipas em locais públicos que estejam a menos de 200 metros de qualquer ponto de fiação

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

soltando pipa
Imagem ilustrativa

Elas dão cor aos dias nublados, alegram os dias de sol e muitas vezes despertam o brilho no olhar de uma criança, mas infelizmente também podem causar sérios problemas. A brincadeira pode ser fatal se a linha da pipa tiver cerol, uma mistura de cola com vidro moído.

Em 2013 foi criada a Lei Municipal 2616/13, com o objetivo de limitar e fiscalizar a brincadeira. A Lei proíbe a prática de soltar pipas em locais públicos que estejam a menos de 200 metros de qualquer ponto de fiação, ou seja, postes de luz e telefonia. Além disso, proíbe em todo o território municipal o uso, venda e estoque cortante ou cerol.

A multa varia de 5 a 20 UFMs (cada UFM vale aproximadamente R$31,80), entretanto, nem uma secretaria da cidade está responsável em fiscalizar e fazer cumprir a lei.

Pensando na segurança da população e o cuidado com a rede elétrica que também sofre com as pipas, que são muitas vezes responsáveis por curtos circuitos, o vereador Josué Pereira (PMDB) solicitou através do requerimento 102/2017 que seja cumprida a lei e que alguma secretaria seja destinada a fazer esta fiscalização.

“As pipas estão em todos os lugares, não há mais controle, é preciso ter cuidado com a saúde das pessoas e também com a preservação da fiação municipal”, defendeu o vereador.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.