- PUBLICIDADE -

Câmara de Camboriú autoriza compra de cestas de Natal para funcionários

"O dinheiro é público e não deve ser utilizado para isso", afirmou o vereador Ângelo Gervásio contra o projeto

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

Divulgação
Divulgação

Os vereadores de Camboriú aprovaram o projeto de lei que autoriza a compra de cestas de Natal para servidores do Legislativo. O projeto foi votado em duas sessões, a ordinária, que iniciou no horário habitual, e a extraordinária, que teve início às 18h.

Durante o debate, o vereador Ângelo César Gervásio afirmou que seu posicionamento era contrário ao projeto. “Voto contra porque o dinheiro é público e não deve ser utilizado para isso. Se um dia eu for presidente da Casa, não tomarei atitudes assim”, explicou.

Em defesa do projeto, a vereadora Jane Stefenn disse que a cesta é uma forma de valorização do funcionário, uma forma de agradecimento.

O vereador Alexsander Alves Ribeiro concordou e afirmou ainda que os servidores de Camboriú têm um dos menores salários da região da Amfri. “A cesta é um presente, é um merecimento. Não podemos aumentar os salários porque o município não tem condições de pagar, mas a cesta com certeza é merecida”, completou.

Além deste, outros dois projetos foram votados durante as sessões.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.