- PUBLICIDADE -

Polícia Civil conclui inquérito que apurava homicídio de ex-Bala na Cara

Três mandados de prisão foram cumpridos; Duas pessoas envolvidas no homicídio permanecem foragidas

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

A Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú/SC, em trabalho conjunto com a Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul, com apoio do GAECO de Santa Catarina, finalizou o inquérito policial que investigava a morte de Douglas Gonçalves Romano, o “Magrão”, ex-integrante a facção criminosa gaúcha Bala na Cara, que foi morto em Balneário Camboriú no dia 23/02/2020.

Ao final do inquérito policial, foi oferecida Representação pela decretação da prisão preventiva dos suspeitos, sendo deferidos cinco mandados de prisão, contudo, até o presente momento, os suspeitos Nathanel dos Santos Fernandes e Daiane Fontela Camilo encontram-se foragidos, ao passo que os demais representados já estão presos.

Além dos cinco representados, duas pessoas maiores de 18 anos e uma adolescente também tiveram participação na empreitada criminosa. Em relação a eles, não foi necessária a decretação de medidas cautelares.

A vítima havia realizado uma colaboração premiada no estado do Rio Grande do Sul, em 2017. Em razão dessa delação, várias pessoas foram presas, drogas apreendidas e homicídios solucionados. Consequentemente, Douglas passou a integrar o programa de proteção a testemunhas, no entanto abandonou o programa no início do corrente ano, migrando para a região de Balneário Camboriú.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -

Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.