- PUBLICIDADE -

Transação no motel: PM apreende mais de R$ 500 mil em espécie

Devido a atitude ser suspeita, os funcionários do motel solicitaram o auxílio da polícia militar

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

Na noite desta segunda-feira, 09.set.2019, por volta das 23h10, a Polícia Militar foi acionada para atender uma denúncia de atitude suspeita na avenida Carlos Drummond de Andrade, no bairro Praia dos Amores, em Balneário Camboriú.

Segundo o relato, um homem posteriormente identificado como M.V.S., 30 anos, adentrou no motel Vis a Vis sozinho e em determinado momento saiu de sua suíte com uma sacola colorida em mãos e levou até outro quarto, deixando a sacola no local. Devido a atitude ser suspeita, os funcionários solicitaram o auxílio da polícia militar.

A suíte em questão estaria sendo ocupada por R.S., 46 anos, e sua esposa M.P.S., 56 anos. Poucos minutos mais tarde, ao perceber a movimentação dos policiais no local, R.S. ligou para a recepção do motel para saber por qual motivo a polícia estava ali e logo depois saiu com a sacola colorida de sua suíte e escondeu ao lado de uma caixa de água do motel.

Dada a suspeita, os policiais militares abordaram M.V.S. e ao ser indagado, afirmou não ter conhecimento de sacola alguma. Ele relatou ter sido membro de uma organização criminosa mas teria sido expulso.

Logo em seguida, M.P.S. saiu do motel de carona onde foram abordados, porém nada de ilícito foi encontrado em sua posse. Ao ser indagada sobre a sacola, informou não saber de sacola alguma.

A guarnição verificou a sacola escondida e constatou-se R$500.000,00 (quinhentos mil reais) em espécie. Diante disso, foi deslocado até a suíte e abordado R.S. onde nada de ilícito foi encontrado, porém, em seu veículo foi encontrado uma quantia de R$2.850,00 em uma mochila e R$4.000,00 em espécie dentro de uma sacola preta.

Ao ser questionado, R.S alegou não saber de sacola alguma e nem de dinheiro. Diante dos fatos os envolvidos foram presos para os procedimentos cabíveis. A investigação sobre a apreensão dos R$500 mil ser´a passada para a Polícia Federal.


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.