Labrador debilitado é resgatado em apartamento na Av. Atlântica e homem é preso por maus tratos

Cão encontrado em situação deplorável não saía do apartamento a mais de um ano

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Tear Escola de Negócios abre novas turmas com aulas aos sábados

Inscrições abertas para o Programa de Desenvolvimento de Líderes da Tear Escola de Negócios
Divulgação

Na tarde desta terça-feira, 25.jun.2019, o Grupo de proteção ambiental da Guarda Municipal foi acionado através da central 153, onde uma denúncia anônima relatava que em um apartamento na Avenida Atlântica, havia um cão de porte médio em situação deplorável.

Ao chegar no local, os guardas logo constataram a situação de maus tratos do cão da raça labrador, fêmea, onde foi verificado que o animal estava praticamente sem pelos devido a uma possível dermatite crônica por estresse do animal ficar preso no apartamento. As unhas do cão estavam bem compridas por falta de mobilidade e espaço, também foi relatado que o cão não saía do apartamento a mais de um ano.

Diante de toda a situação encontrada pelos guardas, foi acionado um fiscal e um veterinário da CCPU (centro de controle de pragas urbanas) para constatação técnica de um profissional. O tutor do cão foi encaminhado para a delegacia de polícia onde foi enquadrado no ART 32, de crimes de maus tratos da lei 9.605/98.

O cão foi encaminhado a um clínica veterinária para receber o tratamento necessário com especialistas e ficará com um tutor provisório até o término do processo judicial, onde o judiciário determinará o destino final do animal.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Saiba onde comemorar o aniversário de Balneário Camboriú

Balaroti realiza no dia 20 de julho uma festa especial para os clientes
- Publicidade -