- PUBLICIDADE -

Um é preso por tentar executar “pena de morte” por furto dentro do bairro Monte Alegre

Na lei dos autores não é aceito furto no próprio bairro, e quiseram matar a vítima para "servir de exemplo"

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Studio Volari vai presentear 100 pessoas com design de sobrancelhas, máscaras de led e de ouro e aula de pilates

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 2122-3230, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99635-7278

Fábio Alex dos Santos
Divulgação

A Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, através do Setor de Investigação e Captura da Delegacia de Camboriú, elucidou tentativa de homicídio ocorrida no dia 29 de março deste ano, na Rua Rosa Branca, no Bairro Monte Alegre, e prendeu preventivamente um dos autores.

No dia do crime, por volta das 13h, a vítima G.S.M. teria sido abordada pelos autores enquanto saía da residência de sua avó, quando um deles, sacou uma arma de fogo, e o outro encorajou a atirar dizendo “dá-lhe, dá-lhe”. Assim, o autor que portava a arma de fogo efetuou cerca de cinco disparos, sendo que quatro falharam, e um atingiu as costas da vítima, que conseguiu fugir para sua casa, localizada na Rua Monte Meru, sendo que no local, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital.

Iniciada as investigações, os agentes do SIC identificaram B.S.F.F. como sendo o autor dos disparos, que possuí envolvimento com Tráfico de Drogas e integra a facção criminosa intitulada PGC, e também identificaram Fábio Alex dos Santos, vulga como sendo seu comparsa, que também integra a facção e teria sido preso pela equipe da DIC de Balneário Camboriú em fevereiro deste ano, por tráfico de drogas.

No curso do Inquérito Policial, foi levantado que a motivação do crime seria por a vítima ser viciada em tóxico, teria furtado um telefone celular no Bairro, então, os autores ficaram sabendo do ocorrido, e, como na “lei deles” não é aceito furto no próprio bairro, quiseram matá-lo para “servir de exemplo”.

Comprovadas autoria e materialidade delitiva, a Autoridade Policial responsável pelo caso indiciou os autores pela prática do o crime de tentativa de homicídio qualificado pelo motivo fútil e pelo recurso que dificultou a defesa do ofendido (artigo 121, §2º, incisos II e IV, c/c artigo 14, inciso II, ambos do Código Penal Brasileiro) e representou pela prisão preventiva destes, bem como pela expedição de mandado de busca e apreensão a serem cumpridos em suas respectivas residências.

Tais pedidos foram prontamente deferidos pelo Poder Judiciário, e cumpridos no início da manhã de terça-feira (22), pela equipe da Polícia Civil de Camboriú, com apoio do PPT da Polícia Militar de Camboriú e do K-9 do 12º Batalhão de Polícia Militar – Balneário Camboriú.

B.S.F.F. foi encontrado em um dos dormitórios de sua residência dormindo e não ofereceu resistência, e após sua prisão, foram realizadas buscas no local, e com auxilio do cão farejador da equipe K-9, foi encontrado uma porção de substância conhecida vulgarmente como maconha, pesando aproximadamente 23 gramas, sendo também lavrado um Termo Circunstanciado em seu desfavor.

Fábio não foi encontrado em sua residência, e durante buscas realizadas nesta, nada de ilícito fora encontrado.

Após procedimentos cartorários, B.S.F.F. fora encaminhado ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário

Fábio encontra-se foragido, diligências estão sendo realizadas objetivando sua captura, se você possui informações sobre o paradeiro dele, denuncie!


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.