- PUBLICIDADE -

Suspeito de matar engenheiro a facadas na Praia Brava é preso

Assassino estava escondido desde o dia do crime na casa de familiares em Rio do Sul

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
Luiz Piazza
O engenheiro Luiz Piazza, assassinado na madrugada de sábado. (Arquivo Pessoal / Reprodução)

Foi preso na tarde desta terça-feira (27) o suspeito de assassinar o engenheiro Luiz Piazza Pfeilsticker na madrugada de sábado (24), com 18 facadas na Praia Brava e jogar o corpo em uma vala.

O assassino, E.S.P., 19 anos, foi preso em Rio do Sul, onde também foi abandonada a caminhonete Suzuki que pertencia a vítima. O carro havia sido levado em uma lavação antes de ser abandonado.

O rapaz, que mora em Itajaí, estava escondido desde o dia do crime na casa de familiares em Rio do Sul. Para prendê-lo, os policiais cercaram a residência onde ele se encontrava. O acusado tentou fugir, mas não obteve sucesso.

A faca usada para matar Luiz e as roupas que o jovem usava no sábado foram encontradas e apreendidas para perícia.

E.S.P. havia contraído uma dívida no bar Toca do Siri, que era de propriedade de Luiz, localizado na Avenida Osvaldo Reis, e teria matado o engenheiro para se livrar do débito.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Imobiliária de Balneário Camboriú aluga imóvel em até 30 dias ou paga o condomínio

A imobiliária promete alugar o imóvel em até 30 dias, ou pagar o condomínio ao proprietário
- PUBLICIDADE -