- PUBLICIDADE -

Assalto a carro forte em Itajaí: troca de tiros, R$ 62 mil roubados e dois vigilantes baleados

Os assaltantes fugiram e não foram localizados

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

Divulgação
Divulgação

Na tarde desta terça-feira, 8, por volta das 15h30min, a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de roubo na rua Dr. Reinaldo Schmithausen, bairro Cordeiros, em Itajaí. Segundo informações, se tratava de uma troca de tiros entre vigilantes de um carro forte e assaltantes. Durante a troca de tiros, um malote com aproximadamente R$ 62 mil reais foi roubado.

Os policiais militares foram em busca dos assaltantes, que conduziam uma caminhonete Hyundai prata, com placas de Blumenau. A guarnição em rondas pelo bairro Cordeiros, na tentativa de fazer um cerco, localizou a caminhonete abandonada.

Segundo uma testemunha, quatro indivíduos desceram da caminhonete, entraram em um Hyundai HB20 prata, e se evadiram. O veículo apresentava marcas de tiros, calibre não identificado, no farol dianteiro.

Havia quatro vigilantes dentro do carro forte. Um deles foi baleado no braço direito e outro na mão direita. Ambos foram conduzidos ao hospital Marieta. Os agentes da Polícia Civil acompanharam todo procedimento.

Os assaltantes não foram localizados.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.