- PUBLICIDADE -

Entenda o que levou facção criminosa a dar um “salve geral” na região

A falta de informações oficiais a respeito do que acontecia deixou moradores em alerta

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

Policiais controlaram o princípio de rebelião e transferiram 21 presos para Criciúma.
Policiais controlaram o princípio de rebelião e transferiram 21 presos para Criciúma.

A tensão que viveu Itajaí e região nesta terça-feira (11) deixou todos em alerta. Rebelião no presídio, rodovia interditada, veículos incendiados e até atentado contra a casa de um policial, parte de um “salve geral” emitido por uma facção criminosa. Muita informação estava sendo disseminada pela internet, e no momento em que tudo ocorria, a imprensa tinha dificuldades em saber o que era boato, especulação ou verdade, devido a falta de informações oficiais a respeito do que acontecia.

REBELIÃO

Prisioneiros do Complexo da Canhanduba protestavam desde o dia anterior, pedindo o fim das revistas íntimas, melhorias na qualidade da água e das refeições, mais postos de trabalho, entre outras reivindicações. Eles se recusavam a sair das celas e a receber visitas de familiares e advogados. Na terça-feira, os funcionários do complexo começaram a se preocupar com o motim que estava acontecendo, onde presos começaram a bater grades e iniciar uma desordem. Os policiais invadiram o local para pacificar a cadeia e restabeleceram a ordem após a efetuarem a transferência de 21 presos para Criciúma.

PROTESTOS

Após a transferência dos detentos, os familiares que não apoiaram a decisão do Departamento de Administração Prisional (DEAP), iniciaram um protesto por volta das 19h15min, queimando pneus e bloqueando a rodovia BR-101. Relatos davam conta ainda que motoristas que passavam pelo local estavam sendo apedrejados. A rodovia foi liberada cerca de uma hora depois.

SALVE GERAL

O Click Camboriú teve acesso a um áudio que teria sido enviado para um grupo da facção criminosa, onde um rapaz explica que “deu uma ideia” para os novos membros da facção, de Balneário Camboriú e Itajaí, para efetuarem ataques contra viaturas, postinhos e casas de policiais, pois isso tiraria o foco dos policiais da Canhanduba e faria com que eles saíssem de lá para atender as ocorrências nas ruas.

MORTES

Por volta das 22h35min, a Polícia Militar rapidamente deu uma resposta à facção criminosa. A guarnição do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) deslocou até uma casa na rua Aldo Silva, bairro Cidade Nova, onde se encontrava o suspeito de ser o responsável pelo “salve” do PGC, vulgo “Pesadelo”. Ele e outros dois morreram em uma troca de tiros com os policiais.

ATENTADOS E APREENSÕES

Por volta das 22h um caminhão foi tomado de roubo em Itajaí e incendiado. Marginais mandaram o motorista sair do veículo e em seguida atearam fogo. Em Balneário Camboriú um ônibus da prefeitura municipal foi queimado no Bairro dos Municípios. Em seguida, a polícia apreendeu quatro adolescentes, suspeitos de serem responsáveis pelo fogo no ônibus, na entrada do bairro Monte Alegre. A casa de um policial militar da reserva remunerada ainda sofreu um ataque durante a madrugada, com vários tiros disparados contra o portão da residência.

COMANDO

Na tarde desta quarta-feira (12), às 17h30min, o Coronel Cláudio Roberto Koglin – Comandante da 3ª Região de Polícia Militar, estará reunindo os Pelotões de Patrulhamento Tático (PPT) de Balneário Camboriú, Itapema, Camboriú, Itajaí e Navegantes, bem como, duas Guarnições do Batalhão de Operações Policiais Especiais  (BOPE) de Florianópolis, para emanar ordens do Comando Regional quanto a atuação dessas frações de tropa em operações policiais planejadas por aquele Comando.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -

Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.