Golpista é preso por uso de documentos falsos em Balneário Camboriú

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

LEANDRO DA ROCHA PIRESA Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, prendeu em flagrante Leandro da Rocha Pires, 32 anos, na tarde desta quinta-feira (15), em Balneário Camboriú. Uma denúncia levou os policiais da DIC até uma residência localizada na Rua 1552, no Centro da cidade. As informações davam conta que um homem estava falsificando e utilizando documentos falsos para a aquisição de bens e uso de crédito fornecido pelas instituições financeiras.

No local os Agentes encontraram Leandro da Rocha Pires, que no momento da abordagem se apresentou como a pessoa de Leandro Pires, exibindo um documento contrafeito com esses dados. Na residência foram apreendidos diversos cheques e cartões de crédito em nome de terceiros, equipamentos de informática utilizados para as práticas delitivas, cerca de R$ 600 em espécie, além de um veículo Renault Symbol que foi financiado pelo golpista e possuía registro de licenciamento com nome falso, além de documentos em nome de terceiros, contudo, com a ilustração fotográfica de Leandro da Rocha Pires.

Os policiais também apuraram que através de Carteiras de Identidade falsas, Leandro conseguiu emitir em órgãos oficiais outros documentos como Carteira de Trabalho, CPF, Certificado de Reservista e Título de Eleitor, tendo ainda votado nas últimas eleições utilizando documentos fraudados. Através destes documentos o golpista produzia holerites e conseguia abrir várias contas bancárias em diversas instituições financeiras da região de Chapecó- SC.

Além do nome Leandro Pires, o golpista também se utilizava do nome Henrique da Silva Júnior e outros nomes para aplicar os golpes. Autuado em flagrante por uso de documento falso, Leandro também foi indiciado por falsidade ideológica e inscrição de eleitor fraudulenta, capitulada no Código Eleitoral.

Após os procedimentos cartorários, o golpista foi encaminhado ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, no bairro Canhanduba em Itajaí. Os dados apurados em relação aos crimes de estelionato praticados na cidade de Chapecó – SC, serão repassados à Polícia Civil daquela região para a apuração.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -