- PUBLICIDADE -

Dupla é presa em flagrante por extorsão no centro de BC

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191

dupla golpistasA Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, prendeu Alexandre Luiz da Silva, 27 anos, e Júlio César Pereira Lopes, 30 anos, na tarde de segunda-feira (1), na Avenida do Estado, no Centro de Balneário Camboriú.

Os autores foram presos em flagrante por exigir dinheiro de uma vítima de roubo, depois que esta anunciou na internet o roubo de seu veículo Toyota/Hilux na cidade de São Bernardo do Campo – SP. Os golpistas se aproveitaram da situação e entraram em contato com a vítima, onde exigiram a quantia de 15 mil reais para informar a localização do veículo que estaria na região de Camboriú.

Após a vítima realizar denúncia para a DFRV – Divisão de Furtos e Roubos de Veículos da DEIC, que repassou a informação à rede interna da Polícia Civil, policiais da DIC localizaram o endereço onde foi registrada uma ilustração fotográfica com uma camioneta semelhante a que fora subtraída.

Na continuidade das investigações, a vítima contatou com a Equipe da DIC de Balneário Camboriú, informando que a pessoa que alega estar na posse do veículo continuou a manter contato, repassando dados para que o depósito fosse efetuado.

Após diligências, a Equipe da DIC localizou um dos autores dentro da agência do Banco do Brasil e outro homem em frente ao local, que realizava a vigilância do comparsa. Eles foram presos em flagrante no momento em que aguardavam a retirada do depósito bancário conforme combinado com a vítima. Em seguida, os autores foram encaminhados para a sede da DIC, onde Júlio César confessou o crime em interrogatório.

No telefone celular de Júlio César foram encontradas as mensagens de texto relacionadas ao crime, ao passo que em poder de Alexandre foi apreendido o cartão magnético da conta em que seria creditado o valor de R$ 5 mil, e outros R$ 10 mil seriam entregues quando da suposta devolução do veículo.

Apurou-se que a dupla nunca esteve na posse da camioneta, pois tiveram acesso as informações a partir das informações que a vítima postou em um site.

O Delegado Osnei Valdir de Oliveira, Coordenador da DIC, alerta para que as pessoas evitem a divulgação de dados na internet, pois ficam vulneráveis diante de criminosos que utilizam indevidamente as informações, como ocorreu neste caso.

Após os procedimentos cartorários, Alexandre e Júlio foram encaminhamos ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, no bairro Canhanduba, em Itajaí. Júlio possui antecedentes criminais por receptação e estelionato. Já Alexandre responde a um inquérito policial em segredo de justiça.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.