- PUBLICIDADE -

DIC de Balneário Camboriú indicia irmãos por homicídio passional

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

irmaos barbosaA Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, elucidou o crime que vitimou Cristian Roberto Pellin, o “Chapecó”, 24 anos, em maio deste ano, no bairro das Nações, em Balneário Camboriú. Após investigações da DIC, os irmãos Orivaldo Galdino Barbosa, 30 anos, e Rodrigo Barbosa, 21 anos, foram indiciados como autores do crime em tela.

No dia dos fatos, a vítima estava no interior de um bar localizado na Rua Peru, onde também se encontravam Orivaldo e o irmão Rodrigo. A ex-companheira da vítima e atual namorada de um dos autores (Orivaldo), também se encontrava no bar, sendo encaminhada para a Delegacia de Polícia ainda na noite do crime e inquirida a respeito dos fatos.

Após as informações preliminares obtidas no local dos fatos e as investigações realizadas pela DIC, ficou apurado que Cristian foi agredido e atingido por golpes de arma imprópria, não sendo possível qualquer chance de defesa da vítima, eis que, enquanto Rodrigo a imobilizou, Orivaldo desferiu os golpes.

As primeiras informações davam conta que a vítima havia sido esfaqueada por tentar separar uma briga, mas as investigações concluíram que Cristian foi imobilizado por Rodrigo, e atingindo por Orivaldo através de diversos golpes de canivete, que atingiram a face e região torácica da vítima que veio a óbito no local. Ficou apurado ainda que o crime foi passional, devido a vítima não aceitar o término da relação com a ex-companheira e tentar reaver a união no dia do crime, o que gerou ciúmes por parte de Orivaldo.

Diante dos fatos, os irmãos foram indiciados por homicídio qualificado pelo motivo fútil e emprego de meio que dificultou a defesa da vítima, conforme ficou apurado nos laudos periciais do Instituto Geral de Perícia (IGP) de Balneário Camboriú.

Ao término do Inquérito Policial a Autoridade Policial representou pela prisão preventiva dos autores, tendo o Poder Judiciário acatado a denúncia de ambos pela prática do crime de homicídio, entretanto, permitiu que fossem processados em liberdade.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.