- PUBLICIDADE -

Preso integrante de facção criminosa que matou rival

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competência de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios engloba participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

wagner
Foto: DIC BC

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, prendeu elucidou mais um crime de homicídio, prendendo o autor, Wagner Rodrigues, 28 anos. Na tarde desta segunda-feira (10), com o auxílio de Agentes Penitenciários da Penitenciária de Chapecó, foi dado cumprimento ao mandado de prisão.

O crime ocorreu por volta das 19h do dia 27/11/2012, quando Wagner e um adolescente, de forma dissimulada aguardaram a vítima Ivan Martins de Oliveira Júnior, conhecido pela alcunha de “Cabeça Amarela”, sair de casa, posto que, morava em uma rua sem saída e, obrigatoriamente tinha que passar pelo local onde os autores se encontravam.

A vítima transitava pela Rua Bombinhas e, no momento que parou o veículo GM/Kadett GL de cor prata, placas LZG2877 registrado na cidade de Balneário Camboriú – SC, no cruzamento com a Rua Biguaçu, via preferencial, foi surpreendido pelos atiradores e, logo no primeiro disparo foi atingido, perdendo o controle do veículo e parou ao se chocar com um monte de areia existente em um terreno baldio, momento em que Wagner se aproximou do veículo e efetuou outros disparos, atingindo a vítima que não resistiu aos ferimentos.

Além da vítima, também se encontravam no veículo a companheira da vítima e seu enteado de apenas 10 anos, os quais saíram ilesos, apesar dos vários tiros efetuados contra o veículo, concentrando-se na direção do motorista.

Após intensa investigação, foram colacionadas provas acerca da participação de Wagner no crime, cuja motivação está relacionada à rivalidade existente entre facções criminosas. Wagner foi preso no dia 27/01/2013 pelo crime de porte ilegal de arma de fogo, bem como por haver em seu desfavor um mandado de prisão pela prática do crime de homicídio, além de se encontrar foragido da Penitenciária de Chapecó, onde cumpria pena pelo crime de homicídio.

Com o término do inquérito policial, a Autoridade Policial titular da DIC de Balneário Camboriú representou pela prisão de Wagner, tendo o representante do Ministério Público oferecido denúncia pelo crime de homicídio, sendo recebida a denúncia pelo Poder Judiciário.

Após a conclusão do inquérito policial, foram colacionadas outras provas contundentes acerca da participação de Wagner no crime, sendo juntado aos autos. O denunciado permaneceu preso na Penitenciária de Chapecó.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.