- PUBLICIDADE -

DIC BC prossegue com as investigações envolvendo facção

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

Fotos: DIC BC / Divulgação
Fotos: DIC BC / Divulgação

A Polícia Civil de Santa Catarina em conjunto com a Polícia Militar efetuou a prisão em flagrante de Moacir Levi Correia, Fernando Correia, Jean Carlos Simon e Jander Cauvilla Coutinho.

A operação envolveu a DIC – Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú, Delegacias de Polícia de Itapema e Porto Belo e COPE de Florianópolis, bem como guarnições da Polícia Militar de Balneário Camboriú, Itapema, Porto Belo e Batalhão de Choque de Florianópolis.

O caso

Por meio de denúncia anônima, a DIC de Balneário Camboriú tomou conhecimento de que integrantes de uma organização criminosa poderiam ter se deslocado para a cidade de Porto Belo como o escopo de ceifar a vida de um morador daquela cidade.

Diante dos fatos, a informação foi repassada a Autoridade Policial de Porto Belo, bem como a Polícia Militar daquela cidade, sendo alertado para que intensificasse as rondas próximas a residência da possível vítima e procedesse a abordagem de veículos cujos ocupantes se portassem de maneira suspeita.

No dia 07, sexta-feira, uma guarnição da Polícia Militar em uma viatura descaracterizada estava próxima a residência ocupada momentaneamente pela vítima, situada na Meia Praia na cidade de Itapema – SC e, por volta das 9h a vítima se dirigiu para a cidade de Itajaí, contudo, assim que saiu de casa foi violentamente atacada pelos atirados que ocupavam ao menos quatro carros e, segundo a vítima, foram efetuados cerca de 100 disparos de arma de fogo, sendo que destes cerca de 20 atingiram o carro no qual a vítima se encontrava.

Mesmo diante dos disparos a vítima conseguiu empreender fuga, contudo, foi seguida pelos seus algozes até a cidade de Porto Belo, transitando por vezes pela contra mão e, durante este trajeto inúmeros disparos foram realizados e somente ao aproximar-se do pelotão da Policia Militar de Porto Belo é que cessaram os disparos, tendo os atiradores empreendido fuga.

Durante os disparos efetuados, um transeunte foi atingido por um disparo que atingiu o membro inferior direito na região da coxa, sendo socorrido, bem como a condutora de uma motocicleta foi atingida pelo veículo da vítima durante a fuga, causando apenas escoriações.

A fuga

Os ocupantes do veículo Ford/Fiesta de cor branca empreenderam fuga sentido a cidade de Balneário Camboriú, sendo localizados por uma guarnição da Polícia Militar e, durante a fuga perderam o controle do veículo ao colidir com outro veículo e, mesmo após capotar o veículo, os ocupantes conseguiram empreender fuga, subtraindo um veículo nas proximidades, contudo, logo em seguida foi interceptado por policiais militares que efetuaram a detenção de Moacir Levi Correia, de alcunha “Bi” e seu sobrinho Fernando Correia, ambos oriundos de Santos – SP. Apesar das buscas, as armas empregadas na empreitada criminosa não foram localizadas.

Já na cidade de Itapema, outro veículo que participou do atentado foi interceptado em uma blitz, tratando-se de uma camioneta GM/Tracker de cor preta, sendo o condutor identificado como Jander Cavilla Coutinho, o qual foi detido e encaminhado para a sede da DIC em Balneário Camboriú.

Diante da detenção e de informações pretéritas, a Autoridade Policial representou pela medida cautelar de busca e apreensão na residência do advogado Jander, sendo o pleito imediatamente deferido pelo Poder Judiciário de Porto Belo, após célere manifestação favorável do representante do Ministério Público. Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, foi localizada e apreendida grande quantidade de munições, num total de 1.078, de calibres diversos, muitos deles de uso restrito, destacando-se a apreensão de considerável quantidade de munições calibre 762, ou seja, de fuzil.

Na continuidade das diligências, foi efetuada a prisão na cidade de Balneário Camboriú de Jean Carlos Simon, que aguardava nesta cidade os demais comparsas, restando esclarecido que na noite de quinta-feira, dia 06, levou até a cidade de Itapema o veículo Ford/Fiesta de cor branca para ser empregado na ação delitiva.

Apesar do grande número de disparos efetuados e que atingiram a camioneta na qual a vítima se encontrava, Golberto Antonio Barramacher saiu ileso.

Os conduzidos Moacir Levi Correia, Fernando Correia, Jean Carlos Simon e Jander Cauvilla Coutinho foram autuados em flagrante delito pela prática dos crimes de tentativa de homicídio, posse ilegal de munição de uso permitido e de uso restrito e associação criminosa.

Após os procedimentos Cartorários, todos foram encaminhados ao CPVI – Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí e, as investigações prosseguem para identificar as demais pessoas que participaram do crime, pois segundo relatos da vítima uma mulher que fazia uso de uma metralhadora também participou da ação delitiva, bem como para apurar a real motivação do crime.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.