- PUBLICIDADE -

DIC BC esclarece homicídio ocorrido no Monte Alegre

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

Eduardo Rocha, vilgo "Porquinho". Foto: DIC BC / Divulgação
Eduardo Rocha, vilgo “Porquinho”. Foto: DIC BC / Divulgação

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, esclareceu o crime de homicídio que vitimou Willian Alves, 18 anos, ocorrido no mês de outubro de 2012. As investigações apontaram como autores do ato delitivo Jeferson Denis Pereira dos Santos, assassinado alguns dias depois ao crime e Eduardo Rocha, a época com 17 anos de idade.

O crime ocorreu no dia 31 de outubro de 2012, na Rua Monte Agulhas Negras, próximo a esquina da Rua Monte Pedra Açu, no bairro Monte Alegre, em Camboriú. Policiais Civis das Delegacias de Camboriú e da DIC de Balneário Camboriú foram acionados logo após o crime e apuraram por meio de populares que dois homens aparentemente adolescentes teriam abordado Willian, tendo um deles efetuado vários disparos de arma contra a vítima que morreu no local. Os autores fugiram a pé e abandonaram no local uma bicicleta utilizada no momento da abordagem a vítima.

No prosseguimento das investigações, várias testemunhas do caso foram inquiridas na sede da DIC, o que culminou com a apuração dos fatos, sendo identificados como autores do crime Jeferson Denis e Eduardo Rocha, conhecido pela alcunha de “Porquinho”, o qual realizou os disparos contra Willian.

A motivação do crime seria a disputa pelos PVD’s – Pontos de Venda de Drogas existentes na comunidade, período em que ocorreu uma série de assassinatos cometidos por integrantes de duas facções criminosas rivais.

Jeferson Denis que auxiliou Eduardo Rocha no cometimento do crime foi assassinado quatro dias após a execução de Willian, sendo Eduardo se encontra recolhido no Presídio de Caçador, por integrar uma quadrilha que praticava roubos a caixa eletrônicos com a utilização de explosivos.

A Diretoria Estadual de Investigação Criminal (DEIC) vinha monitorando a quadrilha, e no mês de dezembro de 2013, Eduardo Rocha foi preso em flagrante na cidade de Videira, na companhia de outros quatro autores. Após roubar dois caixas eletrônicos de um supermercado, o bando tentou matar um vigilante que se encontrava no local.

Diante das evidências do crime perpetuado contra Willian, o delegado Osnei Valdir de Oliveira, titular da DIC, viajou a cidade de Caçador e interrogou “Porquinho” que negou o assassinato. O investigado se encontra recolhido e aguarda julgamento.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.