PM é preso por tomar posse de celular de empresário morto

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Foto: DIC BC
Foto: DIC BC

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, prendeu em flagrante o policial militar Fabiano José Alves (39), na tarde desta quinta-feira (29), em Itajaí.

Entenda o caso

No dia 17 de maio de 2013, o empresário Edson Luiz da Silva foi encontrado morto com um tiro na cabeça dentro de seu carro, às margens da BR-101, em Itajaí. A arma usada no crime teria sido comprada por ele 10 dias antes do fato. Os Laudos Periciais elaborados pelos Peritos do Instituto Geral de Perícias (IGP) foram contundentes e concluíram que o empresário cometeu suicídio, excluindo então a hipótese de que a morte do empresário estivesse ligada a participação de terceiros. Todavia, o aparelho de telefone celular da vítima não foi localizado, e a arma do crime foi encontrada sob a perna direita da vítima, em tese,não se coadunando com suicídio.

A Polícia Militar foi acionada para o atendimento da ocorrência, e como função legal deveria ter isolado o local para as investigações da Polícia Civil e exames do Instituto Geral de Perícias. Os primeiros policiais militares que realizaram o atendimento da ocorrência foram inquiridos, dentre eles FABIANO, e alegaram não ter visto o aparelho de telefone celular, bem como afirmaram que o local foi devidamente isolado para o trabalho pericial. Entretanto, a cena do crime retratada no Laudo Pericial continha indícios de que o local estava inidôneo quando da realização da perícia.
Com o aprofundamento das investigações, restou apurado que o celular do empresário estava em posse da esposa do soldado da Polícia Militar Fabiano.

Diante dos fatos, o Delegado Osnei Valdir de Oliveira que assumiu a presidência dos autos no final do mês de julho, representou pela medida cautelar de Mandado de Busca e Apreensão na residência do policial, que prontamente foi deferido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Itajaí – SC.

Na tarde de ontem, policiais da DIC se deslocaram até o 1º Batalhão de Policia Militar de Itajaí e acionaram a corregedoria daquela unidade. Fabiano que estava de plantão no serviço de rádio patrulha, foi chamado a comparecer no local, e foi conduzido pelos policiais até o local de trabalho de sua esposa. O aparelho de telefone celular pertencente à vítima foi encontrado em posse de Mari Neide Pereira Alves, esposa de Fabiano.

Na continuidade das diligências, os policiais da DIC juntamente com militares da corregedoria foram até a residência de Fabiano, e durante a busca domiciliar encontraram várias munições de fuzil, calibre 556 de uso restrito.

Diante do estado de flagrância, Fabiano foi autuado em flagrante por posse ilegal de munição de uso restrito, e indiciado por peculato que é o fato do funcionário público que, em razão do cargo, tem a posse de coisa pública ou sob a guarda desta, e dela se apropria ou desvia para proveito próprio ou de outra pessoa e fraude processual. As munições apreendidas na residência foram desviadas parte da Polícia Militar, e outra parte da Força Nacional de Segurança, desviadas durante o período que atuou na Força. Após a lavratura do Auto de Prisão em Flagrante, Fabiano foi encaminhado à sede do 1º BPM de Itajaí, onde permanece a disposição da Justiça.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -