- PUBLICIDADE -

Ticão, suspeito de praticar dois homicídios, é preso

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

ticao
Patrick Moreira, vulgo “Ticão”

Policiais da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Itajaí prenderam na tarde de ontem (1), Patrick Moreira, vulgo “Ticão”, 18 anos, suspeito de ter praticado dois homicídios, em março e agosto deste ano.

“Ticão” foi localizado em sua residência, por volta das 17h, no bairro Cordeiros, em Itajaí. Quando percebeu a presença dos policiais, tentou esconder-se no quarto da casa onde estava. No local, os agente encontraram restos de cigarros de maconha e uma munição calibre .22.

“Ticão” foi conduzido à DIC, e, além do cumprimento do Mandado de Prisão pela suspeita de homicídio, foi autuado em flagrante por posse irregular de munição e uso de entorpecentes. Após os procedimentos, foi encaminhado ao Presídio Regional de Itajaí.

As Investigações

Dias antes dos fatos, “Ticão” havia falado para algumas pessoas que ele praticaria o crime. No dia do homicídio, também foi visto portando uma arma depois de efetuar os disparos que resultaram na morte da vítima.

Durante as investigações, os policiais da DIC constataram que “Ticão” faz parte uma quadrilha que atua no morro do Padre Jacó, bairro Fazenda, em Itajaí, responsável pelo tráfico de drogas e assaltos naquela região. Há indícios também da autoria de outro homicídio, praticado em março deste ano. A Polícia Civil apura o envolvimento de outras pessoas nos crimes.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.