- PUBLICIDADE -

Identificados autores de homicídio em Presídio de Itajaí

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

Agentes do Setor de Investigação Criminal (SIC) de Monte Alegre e da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Itajaí identificaram os autores do homicídio praticado no dia 26 de março deste ano, no Presídio de Canhanduba, em Itajaí.

Por volta das 18 horas do dia 26, policiais foram acionados para atender o registro do homicídio praticado nas dependências da Penitenciária de Itajaí. Chegando ao local, foi verificado que a vítima, Eduardo Francisco de Oliveira, vulgo “Dú”, 32 anos, havia sido morto por diversas lesões. “Dú” estava detido por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha, envolvendo assaltantes de caixas eletrônicos.

Logo após o crime, diversos funcionários daquele sistema prisional e também inúmeros detentos prestaram esclarecimentos, sendo apontados alguns dos agressores. Foram verificadas as imagens do circuito interno de TV, o que facilitou a investigação.

Após a conclusão dos exames periciais, realizados no local do crime, e ouvidas as testemunhas, foram indiciados por homicídio triplamente qualificado, os apenados Alex de Lima, 20 anos, Carlos Dalberto Chagas da Silva, 28 anos, Anderson Ricardo Kraschinski, 21 anos, Jackson Dias Rodrigues Filho, 24 anos, Maicon de Jesus, 23 anos, e Fernando Alves da Veiga, 25 anos. Eles também responderão pela incitação a motim de presos.

Outros sete presos foram indiciados por falso testemunho e motim, pois atentaram contra a segurança do presídio e negaram a verdade sobre o ocorrido.

Este é o segundo registro de homicídio ocorrido no Presídio de Canhanduba. O primeiro, ocorrido em outubro de 2011, vitimou um apenado de 40 anos. Ele foi encontrado enforcado em uma das celas, numa simulação de suicídio.

A identificação dos autores teve a participação do Departamento Estadual de Administração Penitenciária (DEAP) e do Instituto Geral de Perícias (IGP).

acusados


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.