- PUBLICIDADE -

Três são presos por porte ilegal de armas em Itajaí

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

trio

As armas sendo uma pistola calibre .380 e um espingarda calibre .12 foram encontradas na casa da sogra de Wellington Christopher de Oliveira, 21 anos, suspeito de ser integrante da facção criminosa PGC – Primeiro Grupamento da Capital. Além dele, também foram presos Nilson Alves Júnior, 21 anos e Bruno Domingues Lemos, 18 anos. As prisões foram feitas pela Divisão de Investigação Criminal (DIC), no bairro Cordeiros, em Itajaí, na tarde de ontem, domingo (12).

As prisões aconteceram depois que uma denuncia anônima chegou á equipe de investigações da DIC, dando conta que Wellington estaria na casa de sua sogra armado e reunindo outros comparsas para planejar um roubo. Pelo tipo de armamento apreendido, a polícia também suspeita que o trio tenha participado de alguma explosão de caixa eletrônico na região.

O PGC- Primeiro Grupamento da Capital é uma facção criminosa que tem líderes dentro de Presídios, especialmente na Capital, que coordenam ações criminosas executadas por integrantes em liberdade.

As investigações estão sendo coordenadas pelo Delegado Celso Pereira de Andrade, com participação dos agentes Bruno, Valdir e Hudson e dos Escrivães Alex e Felipe.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.