- PUBLICIDADE -

Operação é realizada em imóvel invadido por andarilhos na Av. Alvin Bauer

A ação ocorreu após denúncias de que pessoas estavam usando o local para cometer delitos e pernoitar

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram
Inclusão Social realiza operação em imóvel na Avenida Alvin Bauer
Divulgação

A Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social, por meio do Resgate Social, em parceria com a Polícia Militar, realizou na manhã desta quarta-feira (12), uma operação em um imóvel na Avenida Alvin Bauer, no antigo prédio da Exatoria, que pertence ao Governo do Estado. O local havia sido invadido por pessoas em situação de rua.

A ação ocorreu após denúncias dos moradores da região que relataram que pessoas estavam usando o local para cometer delitos e pernoitar. “Recebemos informações da invasão do espaço, por isso realizamos essa ação. Como o imóvel é do Estado, informamos a Agência de Desenvolvimento Regional e solicitamos apoio da Polícia Militar para efetuarmos a retirada das pessoas do local invadido”, explicou o agente do Resgate Social, Paulo Roberto.

Dentro do imóvel estava um casal, que contou aos policiais que eles utilizavam o espaço há cerca de um ano. O imóvel estava com três quartos mobiliados com colchões, móveis e sofás, além de bicicletas, um carrinho para recolher reciclável, churrasqueira de latão e uma dispensa com alimentos não perecíveis. Há suspeita de que outras pessoas moravam no local, porém não estavam durante a ação.

A Polícia Militar constatou que as duas pessoas que estavam no imóvel possuíam passagem por furto, roubo e desacato. Elas foram encaminhadas para a Casa de Passagem do Migrante, junto com seus pertences pessoais. Os móveis que haviam dentro da casa foram recolhidos pela Secretaria de Obras e o local foi lavado com hidrojato e fechado com reforço de tapume. O Município e a Polícia Militar irão monitorar para que não haja mais invasão.

Como o imóvel pertence ao Governo do Estado, a operação foi acompanhada pelo assessor jurídico da Agência de Desenvolvimento Regional, Jorge Manoel Schneider Formighieri. “O Município solicitou o terreno para o Estado. A partir de 2019 será dado encaminhamento sobre o que será feito com o espaço”, explicou Jorge.


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.