- PUBLICIDADE -

Tremores de terra e fiscalização de amônia foram algumas das ocorrências da Defesa Civil em abril

No total foram 26 ocorrências

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191

CARTAS GEOLÓGICAS DEFESA CIVIL 4
Divulgação

No mês de abril, a Defesa Civil de Balneário Camboriú atendeu um total de 26 ocorrências, fez duas interdições, realizou cinco notificações, além coletar e analisar os dados da chuva e da dengue no município.

Dentre as 26 ocorrências, 11 são caracterizadas como colapso de edificações, nove relacionadas a quedas de árvores, duas por movimentações de massas geológicas, uma para riscos em vias públicas, uma para produtos perigosos.

Em análise da Régua de Água do Rio Camboriú, o nível máximo registrado pela Defesa Civil em abril foi de 2,09 metros, enquanto o nível mínimo foi de 0,94 centímetros – ambos dentro da normalidade. As chuvas acumularam o total de 36 milímetros para o mês inteiro, um volume que geralmente ocorre em aproximadamente uma hora de chuva forte, ficando 72% abaixo da média histórica, que é de 131 mm para abril.

Para o diretor da Defesa Civil de Balneário Camboriú Fabrício Melo, abril foi um mês atípico, principalmente pelo tremor sentido em diversos pontos do município. “Tivemos diversos eventos de destaque como o pagamento do FGTS, as fiscalizações de amônia e o mapeamento em conjunto com a Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM)”, explica Fabrício.

No mês, a equipe da Defesa Civil realizou um mutirão para o cadastramento do FGTS para os atingidos pelas chuvas intensas do mês de janeiro, finalizou o mapeamento de áreas de riscos geológicos para a formação da nova Carta de Suscetibilidade a Movimentos Gravitacionais de Massa e Inundações, em conjunto com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), e realizou a primeira fiscalização de Amônia no município.

Também participaram de uma visita técnica ao Centro Integrado de Gerenciamento de Crises e Desastres (CIGERD) em Florianópolis e da inauguração do CIGERD de Itajaí, que servirá de base de apoio para Balneário Camboriú. Acompanharam uma operação de fiscalização de transporte de produtos perigosos em Itajaí em conjunto com a ANTT e outros órgãos, e realizaram uma operação conjunta com órgãos da Prefeitura de Balneário Camboriú para a fiscalização de ocupações irregulares no Sul da cidade.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.