Delegacia instala sistema de captação de depoimentos em audiovisual, em Camboriú

Sistema propicia redução de cerca de 80% no tempo que os processos de captação de depoimento levam

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Divulgação

A DPCAMI – Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso da 29ª Delegacia Regional de Polícia Civil, de Balneário Camboriú, conta com um moderno sistema de Audiovisual, que garantirá mais agilidade e transparência nos procedimentos policiais. O sistema possibilita a coleta de todos os depoimentos no formato de captação de imagem e som, propiciando redução de 80% do tempo dos processos de coleta de depoimentos.

Com o novo sistema, os delegados substituirão o papel durante o interrogatório, além de que, quando o policial militar ou agente de investigação da Polícia Civil entrega situações de flagrante nas unidades que tem por atribuição recebê-las, consegue, em menor tempo, prestar o depoimento e estar liberado para outras atividades ou retorno ao serviço ostensivo. Isso resulta numa vantagem muito maior para a segurança pública da cidade e da região. O mesmo vale para as vítimas e testemunhas que, eventualmente, prestem depoimento.

Para a DPCAMI, este tipo de procedimento será muito importante, já que, principalmente as crianças e as mulheres vítimas de agressão poderão permanecer tempo menor na Delegacia, diminuindo o sofrimento.

Outra grande vantagem do sistema de captação de depoimentos por audiovisual é a fidelidade e a confiabilidade das informações que são impossíveis de se transmitir para o papel, tais como tom de voz, comportamento, nervosismo, expressões faciais e corporais, além de impedir que o depoente, em juízo, alegue ter sofrido tortura, maus tratos ou que não tenha dito aquilo. O software, desenvolvido por uma empresa gaúcha, impede que os arquivos sejam editados ou alterados, garantindo maior segurança e transparência ao processo.

O encaminhamento dos arquivos de audiovisual para o poder judiciário poderá ser feito por e-mail ou em cópias do CD que é gravado pelo equipamento. Os escrivães de polícia já receberam treinamento para operar o software e, gradativamente, repassam o conhecimento aos demais agentes.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -