Parto normal gemelar é realizado no Hospital Ruth Cardoso

Não houve nenhuma complicação na hora do parto, tanto para a mãe, como também para as recém-nascidas

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Na noite de quinta-feira, 29.set.2019, o Centro Obstétrico do Hospital Municipal Ruth Cardoso (HMRC) realizou um nascimento de parto normal gemelar. Maria nasceu às 22h04 e Alice veio ao mundo dois minutos depois da irmãzinha, não houve nenhuma complicação na hora do parto, tanto para a mãe, como também para as recém-nascidas.

O processo do parto foi tranquilo, houve contato pele a pele com a mãe. “No início eu estava com medo, porque o médico havia dito que iria ser cesariana por se tratar de uma gestação de gêmeas, mas depois que elas nasceram eu vi que foi o melhor para mim e para as bebês, pois eu conseguia cuidar delas, pegar no colo, se fosse cesariana eu estaria toda dolorida, não precisei ganhar nenhum ponto. Estou muito feliz que tenha sido parto normal,” declara a mãe das meninas, Jaqueline Fernanda de Souza.

A mãe tem mais dois filhos, um de sete anos e outro de 14, ambos também nasceram de parto normal. Dessa vez, por se tratar de uma gestação gemelar o médico do pré-natal optou por realizar uma cesariana, após entrar em trabalho de parto foi visto que as condições da mãe estavam boas para se realizar o parto normal gemelar, que seria melhor para a mãe e as bebês. “O trabalho de parto favorece a vitalidade do bebês, neste caso das duas crianças, porque os bebês quando nascem de 35 semanas e passam todo o trajeto do trabalho de parto, na hora deste processo é liberada uma substância que fortalece o pulmão da criança, último órgão a ser formado”, afirma a coordenadora do Centro obstétrico, Tatiana Jesus de Assis.

O parto gemelar não deve necessariamente ser realizado por meio da cirurgia, antes do nascimento, é necessário uma avaliação entre o médico e a gestante para decidir qual será a melhor via para a criança nascer. É avaliado, por exemplo, o histórico obstétrico da paciente, além da posição do neném. “O nascimento dessas duas meninas é a prova real de que o parto gemelar pode ser normal, nós da equipe ficamos felizes em proporcionar segurança a mãe e ter sucesso na realização de um parto como este”, complementa Tatiana.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -