Click Camboriú Notícias Saúde Plano de saúde que negou cirurgia em feto indenizará parturiente de BC

Plano de saúde que negou cirurgia em feto indenizará parturiente de BC

O plano terá que pagar R$ 25,6 mil por danos morais e materiais à mulher

🕗 Publicado

em

- Publicidade -

NEWSLETTER

Receba diariamente nossas notícias por e-mail.

Imagem ilustrativa

A 5ª Câmara Civil do TJ, em matéria sob a relatoria da desembargadora Cláudia Lambert de Farias, manteve a obrigação de plano de saúde em indenizar mulher após negar cobertura para uma cirurgia em seu feto, diagnosticado em exame pré-natal com meningomielocele lombo-sacral.

Nesses casos, segundo o laudo médico, o procedimento intrauterino é mais indicado do que a cirurgia pós-nascimento, porque apresenta 50% de redução da necessidade de colocação de válvula para tratamento de hidrocefalia após o nascimento e aumento de 50% das chances da criança andar, além de redução de custos do tratamento a longo prazo.

O plano negou o pagamento da cirurgia sob o argumento de que o procedimento é experimental e não está na lista na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A mulher, entretanto, bancou a operação com a única profissional habilitada no país para tratamento de anomalias e cirurgias intrauterinas, que atende em São Paulo (SP). O procedimento foi um sucesso e mãe e filho estão bem. O plano terá que pagar R$ 25,6 mil por danos morais e materiais à mulher. 

“O plano de saúde cumpre com seu dever quando disponibiliza os meios necessários para o tratamento da doença do seu segurado, porém deve-se destacar que cada paciente apresenta um quadro clínico singular, que demanda a adoção de um ou outro meio mais eficaz para uma adequada assistência médica. Assim, se há um procedimento mais indicado e que apresenta melhores resultados de curto e longo prazo para a saúde do paciente, evidentemente que este deve ser adotado”, afirmou a relatora no acórdão. 

A sessão foi presidida pelo desembargador Luiz Cézar Medeiros e dela também participou o desembargador Ricardo Fontes. A decisão foi unânime e confirmou sentença do juiz Rodrigo Coelho Rodrigues, da comarca de Balneário Camboriú (Apelação Cível n. 0308074-19.2017.8.24.0005).


COMENTE ABAIXO ⬇
- Publicidade -

ESPECIAL

4º Balneário Beer Week traz cultura cervejeira ao Balneário Shopping

De 23 e 26 de maio, o 4º Balneário Beer Week trará uma programação especial envolvendo cervejarias da região, música e outras atrações ao Balneário Shopping

Balneário Shopping apresenta BS Hall para mercado de eventos

O BS Hall já é o endereço consagrado de eventos que levam a marca do Balneário Shopping

Cinematerna exibe “De Pernas Para o Ar 3” e traz bate-papo sobre Maternidade Mais...

O terceiro filme da série “De Pernas Para o Ar” será a atração do Cinematerna desta quarta-feira, 8 de maio, no Balneário Shopping
Publicidade