- PUBLICIDADE -

Mutirão de catarata já realizou 120 procedimentos em moradores de Camboriú

Cirurgias são acompanhadas por funcionários da Secretaria de Saúde. Mais 60 procedimentos serão realizados até o dia 28

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

Mutirão de catarata já realizou 120 procedimentos em moradores de Camboriú
Divulgação

Até esta sexta-feira, dia 23, 120 cirurgias de catarata foram realizadas em moradores de Camboriú durante o mutirão da especialidade. Os procedimentos foram realizados no Hospital de Penha, por meio de contratualização pelo Governo do Estado. Outras 60 cirurgias ainda serão feitas até o fim da ação, no dia 28 de fevereiro.

Maria Benta Muniz, de 72 anos, aguardava pela cirurgia há quase dois anos. A moradora realizou o procedimento na quinta-feira, dia 22, e na sexta-feira passou pelo retorno com profissionais do hospital. “Não há o que reclamar sobre o mutirão. A atenção com os pacientes foi exemplar desde aqui em Camboriú até o pós-operatório. Fomos transportados até Penha, acompanhados de profissionais da Secretaria de Saúde, e recebemos todos os cuidados necessários para esse momento”, relata.

Eu já conseguia enxergar as coisas de forma mais claras no mesmo dia em que realizamos a cirurgia.

Profissionais do setor de regulação da Secretaria de Saúde entraram em contato com moradores que aguardavam na fila para realização do mutirão. No dia da cirurgia, os pacientes passam por exames – mapeamento de retina, por exemplo – e utilizam colírios até a dilatação da pupila. O procedimento, em si, dura cerca de 10 minutos.

“O resultado da cirurgia é tão rápido que chega a ser surpreendente”, comenta Rudberto Braatz, de 63 anos, outro paciente operado durante o mutirão. “Eu já conseguia enxergar as coisas de forma mais claras no mesmo dia em que realizamos a cirurgia. Acredito que esse mutirão mudou a vida dos moradores. É o tipo de iniciativa que traz reflexos nítidos para o bem estar da comunidade”, completa.

Os pacientes são orientados a tomar certos cuidados durante a recuperação da cirurgia. Dentre eles estão não assistir televisão; tirar o óculos especial, cedido gratuitamente após o procedimento, só no início da noite; entre outros. Além disso, os moradores devem realizar tratamento com colírio durante 30 dias.

“Após esse período, todos os operados passarão por avaliação na Policlínica ou HCC para verificar se há problemas com o grau da visão. Caso haja, será realizado o encaminhamento para o oftalmologista da rede municipal”, explica o secretário de Saúde, Ronnye Peterson dos Santos.

O prefeito Elcio Rogério Kuhnen destaca que, com as cirurgias de catarata realizadas no mutirão, a fila de espera para o procedimento no município irá reduzir consideravelmente. “A expectativa é que possamos atender toda a demanda e zerar a fila nos próximos meses, com a realização de cirurgias no Hospital Cirúrgico de Camboriú”, reforça.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.